Patê para Kinguios

1- Separe salmão e 150 g de um mix composto por cenoura, repolho branco, acelga e brócolis. Higienize e cozinhe os vegetais e a cenoura no vapor para conservar suas propriedades. Cozinhe o salmão em água fervente e higienize as folhas de 2 talos de espinafre, para utilizá-las cruas.

Acrescentei também 2 folhas de alga Nori bem picadas.

2- Bata tudo no liquidificador com 250 ml de água.  A mistura deve ficar bem homogênea.

3- Em outra panela, dissolva 3 pacotinhos de gelatina sem sabor –  geralmente, tem instruções na embalagem, mas eu coloco água o suficiente para cobrir todo o pó de gelatina, a fim de hidratá-la bem.

4- Acrescente a gelatina dissolvida à mistura já batida junto com a vitamina para peixes de sua preferência. Misture mais um pouco e coloque 3 colheres de sopa rasas de semente de Chia hidratadas de um dia para o outro.  Essa semente, além de muito rica em fibras e minerais, também contribui para a prevenção dos problemas de bexiga natatória. Misture novamente com uma colher, a fim de não partir a Chia.

O rendimento final, seguindo as instruções acima, resulta em mais ou menos meio copo de liquidificador ou 3 forminhas de gelo.

5- Finalmente, coloque a mistura nas forminhas de gelo e leve ao congelador. Quando congelar, retire das formas, guarde em um recipiente – saquinho ou vasilha.

6 – Antes de servir aos peixes, deixe de um dia para o outro, na geladeira, a fim de descongelar. Depois, é só cortar em pequenos pedaços e oferecer (suja bem menos a água desta forma).

Vídeo de Kinguios se alimentando do patê

Artigo por Rosana Ferreira – Junho/2017

Sobre Rosana Ferreira 6 Artigos
Natural de Rio Claro-SP, iniciou no aquarismo ainda criança, ajudando o irmão mais velho a cuidar de seu aquário. Aos 15 anos, montou seu primeiro aquário sozinha, sem muito sucesso. Teimosa, a partir de então, manteve aquários de várias espécies, especialmente poecílios e anabantídeos. Depois de pequena pausa do hobby, retornou em 2001 com aquário mono espécie de kinguio, espécie pela qual se apaixonou e mantém até o presente. Bióloga por formação, hoje se dedica a pintura de quadros a óleo em tela.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*