Peixe gato invertido (Synodontis nigriventris)

 

Synodontis-nigriventris

Classificação

Classe: Actinopterygii • Ordem: Siluriformes • Família: Mochokidae

Nome binomial: Synodontis nigriventris (David, 1936)

Sinônimos: Synodontis ornatipinnis, Synodontis depauwi, Synodontis obesus, Synodontis nigroventris

Grupo Aquário: Peixes-gato (cat-fish)

Nomes comuns

Peixe Gato Invertido

Inglês: Blotched upsidedown catfish, Back-swimming congo catfish, Upsidedown cat

Distribuição & habitat

África. Bacia do rio Congo, incluindo lago Malebo e drenagens do Kasai e Ubangi. Relatado presença também na bacia do Kouilou-Niari em Makaka, República do Congo.

Países: Camarões, República do Congo e República Democrática do Congo

Habitat: margens de rios com forte presença de vegetação aquática

Synodontis-nigriventris-map
Mapa por Discover Life

Ambiente & parâmetros da água

Bentopelágico; água doce • pH: 6.0 – 8.0 • Dureza: 5 – 12 • Clima: tropical; 22°C – 28°C

Tamanho adulto

10 cm (comum 8 cm) • Estimativa de vida: desconhecido, supõe-se 8 anos +

Manutenção em aquário

Aquário com dimensões mínimas de 80 cm X 30 cm X 40 cm (96 litros) requerido. O tamanho indicado comporta um indivíduo, se deseja manter um par ou pequeno cardume, considere uma litragem mínima do aquário para 200L com frente de 100 cm.

Deverá possuir refúgios onde poderá se esconder e repousar, uma vez que possui hábito noturno e passará a maior parte do dia refugiado. Rochas são ideais para este propósito. Iluminação fraca desejável.

Relativamente pacífico que poderá ser mantido em aquário comunitário. Prefere ser mantido em grupos de pelo menos 6 indivíduos ou sozinho, devendo ser evitado mantê-lo em dupla, uma vez que um dominará o outro agredindo constantemente. Poderá ser mantido com peixes de maior porte, desde que de comportamento igualmente pacífico.

É comum encontrá-lo de cabeça para baixo, daí seu nome comum. Este comportamento vai se acentuando cada vez mais que o peixe envelhece.

Alimentação

Onívoro. em seu ambiente natural alimenta-se de insetos, crustáceos e secundariamente de plantas e detritos. Em cativeiro aceitará alimentos secos e vivos sem dificuldades.

Reprodução e dimorfismo sexual

Ovíparo. Sua reprodução em aquário é bastante difícil, embora existam alguns relatos de sucesso. Quando ocorrente em seu ambiente natural migra para áreas inundadas para se reproduzir. A postura dos ovos ocorre em ninho rente ao substrato ou entre fendas de rochas. Larvas nadam livremente em até quatro dias e nas primeiras oito semanas nadam de cabeça para baixo somente após este período. Aparentemente não há cuidado parental.

Dimorfismo sexual

A fêmea é maior e mais gorda que o macho. Macho pode apresentar coloração mais escura.

Galeria de imagens

Synodontis-nigriventris5 Synodontis-nigriventris4
Foto cortesia Tim´s Tropical

Synodontis-nigriventris3 Synodontis-nigriventris2
Foto cortesia Planet Cat Fish

Descrição

Como outros membros da família Mochikidae, possuem olhos grandes, uma grande nadadeira dorsal e três pares de barbilhões. Estes peixes são adaptados para passar a maior parte do seu tempo de cabeça para baixo. Isso se reflete na pigmentação do peixe, sua barriga é mais escura do que a costa. Coloração varia bastante de acordo com o ambiente e idade do peixe, normalmente apresenta coloração cinza escuro com alguns tons de cinza pálido e algumas vezes algumas manchas verticais surgem em seus flancos.

Apresenta coloração mais clara na parte inferior de seu corpo, funcionando como uma espécie de camuflagem contra predadores aéreos ou quando olhado de cima. Isso ocorre quando o peixe está nadando de cabeça para baixo, comportamento comum nesta espécie. Sugerem ainda que o peixe apresenta este comportamento para facilitar a captura de presas próximo ao substrato.

Estudos científicos realizados sobre seu controle postural indicam que sua vesícula natatória ou mecânica próxima do ouvido não são diferentes de outros peixes. Mudanças gravitacionais parecem não afetar o peixe. No entanto, descobriram que a relação entre o sistema nervoso central e o órgão interno do ouvido é único e tem uma capacidade de auto-regulação. Ele se “regula” a medida que as pontas do peixe mudam de ângulo. A partir de 22° notou-se que este sistema começa a funcionar automaticamente mantendo o peixe estável.

É uma espécie relativamente comum no aquarismo e pode ser confundido com Synodontis contractus, porém, este último apresenta cabeça e olhos maiores.

Referências

  1. McKay, R.J., 1984. Introductions of exotic fishes in Australia. p. 177-199. In Courtenay, W.R. Jr. and J.R. Stauffer, Jr. (Editors). Distribution, Biology and Management of Exotic fishes. The John Hopkins University Press, Baltimore, Maryland, USA.
  2. Robins, C.R., R.M. Bailey, C.E. Bond, J.R. Brooker, E.A. Lachner, R.N. Lea and W.B. Scott, 1991. World fishes important to North Americans. Exclusive of species from the continental waters of the United States and Canada. Am. Fish. Soc. Spec. Publ. (21):243 p
  3. Riehl, R. and H.A. Baensch, 1991. Aquarien Atlas. Band. 1. Melle: Mergus, Verlag für Natur-und Heimtierkunde, Germany. 992 p.

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Junho/2014
Colaboradores (collaboration): –

Sobre Edson Rechi 769 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

12 Comentário

  1. Tenho um peixe gato invertido bem grande, o vendedor disse que ele tem uma espécie de esporão. Isso procede? Tenho medo de retira-lo do aquário para a limpeza do mesmo.

     
  2. Recentemente adquiri um peixe gato invertido, porém ele está “beliscando” o kinguio telescópio. Esse comportamento é normal ou devo tomar alguma providência?

     
  3. Tenho um no meu aquário e ele está com 6 oscars mas está bem agressivo persseguindo os orcars gostaria de saber se essa espécie possui dentes, pois tenho medo dele mschucar os outros peixes

     
    • os mesmo nao possui dentes, eles possuem uma lixa q pode vir machucar um pouco os outros peixer… mas esse tipo de comportamento nao é comun, geralmente eles sao tranquilos.

       
  4. Ola
    Estou erdando um de 19 anos =@
    Mas ele vive so pois “comeu”os peixes aquario todo, ate os maiorea
    Alguma dica de qual posso colocar junto? E li que eles sao tranquilos mas Esse nao, alguma dica?

     
  5. Oq eu percebi no meu aquário é, que quando ele está com fome, fica correndo atrás dos peixes lentos, no meu caso aqua de 600L, das carpas.
    O correto é alimentar ele com ração de fundo,porém as carpas comem primeiro. Se vc conseguir, vai ver que ele não fica chato atrás dos demais peixes

     

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*