Peixe gera espontaneamente um clone de si mesmo

Um macho da espécie Squalius alburnoides teve um filho com DNA idêntico ao seu – um fato inédito entre vertebrados.

Você pode ser como Harry Potter, que é cara do pai, mas com os olhos da mãe. Ou o contrário. O que importa é que haja pelo menos alguma coisa da aparência física de seus pais em você – afinal, cada um deles forneceu metade de seu material genético.

Ou será que forneceu?

Uma fêmea de peixe do gênero Squalius levou um susto e tanto quando sua última leva de filhotes saiu dos ovos em um tanque de testes usado por biólogos da Universidade de Lisboa, em Portugal. Um deles era mais do que a “cara do pai”. Era um clone do pai – com DNA idêntico.

Esse é o primeiro caso registrado de androgênese em vertebrados – em outras palavras, é a primeira vez na história da ciência em que um animal de organismo complexo gera um clone de forma espontânea, debaixo dos olhos de cientistas. Os resultados do estudo estão disponíveis aqui. No começo, Miguel Morgado-Santos e sua equipe pensaram que o resultado, tão raro, estivesse simplesmente errado. Não estava – esse era só um começo digno de filme para uma história ainda mais curiosa.

O Squalius alburnoides, espécie a que pertencia o pai, não é bem uma espécie. É um híbrido de fêmeas da espécie Squalius pyrenaicus e machos de um tipo de peixe já extinto chamado Anaecypris. Pela lógica, ele deveria ser estéril, como a maior parte dos híbridos – mas tudo indica que ele não é.

Fonte: Revista Super Interessante

Sobre Edson Rechi 589 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*