Pequeno peixe assustador e sem escamas é encontrado vivendo em vulcão, na Austrália

Uma embarcação australiana de pesquisa descobriu uma nova espécie de peixe que vive em vulcões da costa do continente. Conhecido como peixe-negro sem escamas, sua aparência é um pouco assustadora, mas sua capacidade de sobrevivência é incrível.

A equipe ainda está tentando identificar o pequeno peixe com presas translúcidas e sem escamas, mas havia muitos outros peixes que conseguiram identificar, principalmente porque tratava-se de versões de larvas de peixes e lagostas que são criadas na Austrália.

Quando as versões de larvas desses animais foram varridas para fora dos seus viveiros naturais, como oceanos e mares abertos, os agricultores acharam que eles estavam perdidos para sempre. Mas estavam errados. Na verdade, esses peixes estão prosperando e crescendo nas águas ácidas quentes, perto de vulcões submarinos.

De acordo com o Cientista-chefe da viagem, Iain Suthers, professor e biólogo marinho, a equipe ficou surpresa ao descobrir que um redemoinho em Sydney é o local ideal para larvas de lagosta e outros bichos pequenos, em uma época do ano em que eles não esperavam por isso.

Essa descoberta transformou o entendimento anterior de espécies de peixes mais jovens. “Pensávamos que esses peixes só se desenvolviam em estuários costeiros e que, uma vez que as larvas fossem varridas para o mar, elas morriam. Mas, na verdade, esses vórtices são viveiros para a pesca comercial ao longo da costa leste da Austrália”, disseram os pesquisadores para a CSIRO News, blog da agência de ciência nacional da Austrália.

Notícia publicada originalmente em 24/08/2015

Fonte: Jornal Ciência

[ GizModo / CSIRO News ] [ Fotos: Reprodução / GizModo ]

Sobre Aquarismo Paulista 152 Artigos

Visamos o fortalecimento dos amantes deste hobby, para que possamos promover a divulgação do aquarismo responsável através de nosso grupo no Facebook e site, além de promover encontros e eventos relacionados. O foco do grupo Aquarismo Paulista é abranger todas as vertentes do aquarismo e aquaristas de todos os níveis.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*