Neolamprologus de Seis Barras (Neolamprologus sexfasciatus)

 

Neolamprologus sexfasciatus (Trewavas & Poll, 1952)

Foto de AquaSnack – www.aquasnack.co.uk

Nome Popular: Neolamprologus de Seis Barras — Inglês: Six-barred Lamprologus

Ordem: Perciformes — Família: Cichlidae (Ciclídeos)

Distribuição: África, endêmico do lago Tanganyika

Tamanho Adulto: 15 cm

Expectativa de Vida: 5 a 8 anos

pH: 8.0 a 9.0 — Dureza: –

Temperatura: 24°C a 28°C

Aquário Mínimo: 100 cm comprimento X 40 cm largura — o aquário deverá possuir substrato arenoso. Deve ser formado um paredão de rochas dispostas formando cavernas que ocupem grande parte do aquário, porém deixando área livre para natação. Para aquário comunitário considere 150 cm de comprimento.

Comportamento & Compatibilidade: São extremamente agressivos e territoriais. Atacam com frequência peixes com características físicas, cores e padrões de listras semelhantes a deste gênero.

Alimentação: Carnívoro. Naturalmente se alimentam de peixes pequenos, crustáceos, e pequenos invertebrados. Em cativeiro aceitará facilmente todo tipo de alimentação, no entanto, deve ser fornecido alimentos com alto teor proteico.

Reprodução: Ovíparo. Uma vez formado o casal, a fêmea inicia a limpeza de uma caverna para depositar os ovos. Após 48 a 72 horas da fertilização dos ovos, nascerão os alevinos. Nesta fase os pais serão muito territoriais. Aos 3 dias de idade, os alevinos estarão nadando livremente próximo ao local da desova sob a supervisão dos pais. A medida que os alevinos crescem ajudarão os progenitores a guardar o território.

Dimorfismo Sexual: Machos são maiores e apresentam nadadeiras peitoral e dorsal mais longas e pontiagudas.

Biótopo: Ocorre em águas relativamente rasas, tanto em áreas rochosas como em zonas intermediárias, caracterizadas por rochas espalhadas sobre fundos arenosos.

Etimologia: Neolamprologus: do grego, neo = novo + lampros = luz + grego lagos = lebre. Stappersi, em alusão ao Dr. Stappers, primeiro coletor da espécie.

Sinônimos: Lamprologus sexfasciatus

Informações adicionais: Conhecidos como Rock Dwellers, ou morador de rochas, ocorre apenas na parte sul do lago entre o Cabo Tembwe e Karema.

Vários morfos geográficos desta espécie estão disponíveis, incluindo “Sambia” e “Kipili”. Eles variam na cor de base do azul ao amarelo e ao branco.

Referências:

  • Maréchal, C. and M. Poll, 1991. Neolamprologus. p. 274-294. In J. Daget, J.-P. Gosse, G.G. Teugels and D.F.E. Thys van den Audenaerde (eds.) Check-list of the freshwater fishes of Africa (CLOFFA). ISNB, Brussels; MRAC, Tervuren; and ORSTOM, Paris. Vol. 4.
  • Konings, A., 1988. Tanganyika cichlids. Verduijn Cichlids & Lake Fish Movies, Zevenhuizen, Holland.
  • Romero, P., 2002. An etymological dictionary of taxonomy. Madrid, unpublished.

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Dezembro/2020
Colaboradores (collaboration): —

Sobre Edson Rechi 884 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*