Leporinus Palhaço (Leporinus nijsseni)

 

Leporinus nijsseni (Garavello, 1990)

Foto de F. Melki (c)

Nome Popular: Leporinus Manchado / Palhaço — Inglês: Spotted leporinus / Clown Spotted Leporinus

Ordem: Characiformes — Família: Anostomidae

Distribuição: América do Sul; bacias do riacho Saramacca e do rio Suriname no Suriname. Bacia Amazônica no Brasil.

Tamanho Adulto: 17 cm

Expectativa de Vida: desconhecido, porém espécies do gênero vivem 8 anos +

pH: 6.0 a 7.6 — Dureza: –

Temperatura: 24°C a 28°C

Aquário Mínimo: 150 cm comprimento X 50 cm largura — A decoração do aquário para espécie é um tanto indiferente, embora um arranjo natural formado por rochas e raízes os deixará mais a vontade, sempre deixando uma grande área aberta para nadarem. Apesar de não crescer tanto, são bastante ativos devendo ser mantidos em aquário de grande porte. Mantenha o aquário coberto, pois eles são ótimos saltadores e podem saltar longas distâncias. Plantas não irão prosperar no aquário pois costumam comer.

Comportamento & Compatibilidade: É um dos peixes mais coloridos e atrativo do gênero. Seu comportamento é gregário, devendo ser mantido em seis ou mais espécimes. Apesar de certo grau de disputas entre eles, é natural uma vez que formam forte hierarquia. Ao contrário de outras espécies de Leporinus que costumam ser agressivos, esta espécie é relativamente pacífica desde que não seja mantida em pequeno espaço. Eventualmente podem mordiscar nadadeiras de peixes de natação mais lenta ou de hábito sedentário.

Alimentação: Onívoro, essencialmente herbívoro. Em seu ambiente natural se alimentam de algas, matéria vegetal, vermes, crustáceos, e ocasionalmente peixes menores. Em aquário pode demorar a aceitar alimentos secos.

Foto de Benoit Chartrer (c)

Reprodução: Ovíparo. Sabe-se que se reproduzem em época de cheia em meio a densa vegetação. Em cativeiro sua reprodução não foi reportada.

Dimorfismo Sexual: Seu dimorfismo sexual é pouco evidente, porém fêmeas em época de reprodução apresentam região abdominal mais redonda.

Biótopo: São encontrados em áreas rochosas e água de fluxo rápido. Migram para áreas de florestas inundadas durante estação chuvosa. Curiosamente durante período de seca pode ser encontrado em lagoas e lagos, permitindo que prosperem em diversos ambientes.

Etimologia: Leporinus vem do latim lepus, que significa coelho + sulfixo inus  que significa “relativo”, em referência ao par de dentes sínfise ampliados que determinadas espécies do gênero apresentam ser semelhante aos dentes de coelho.

Sinônimos: Não possui.

Informações adicionais: Possui corpo alongado, costas arqueadas e cauda estreita, características típicas do gênero. Seu corpo dourado amarelado é adornado com manchas pretas espalhadas de tamanhos variados. Nadadeira dorsal, peitoral e caudal são transparentes. Alguns espécimes apresentam tonalidade amarelo alaranjado na nadadeira pélvica, enquanto outros exibem cores corporais semelhante a nadadeira anal.

No Brasil possui ocorrência nos estados do Amapá e Pará.

Referências:

  • Birindelli, J. L. O. & H. A. Britski. 2009. New species of the genus Leporinus Agassiz (Characiformes: Anostomidae) from the rio Curuá, rio Xingu basin, Serra do Cachimbo, Brazil, with comments of Leporinus reticulatus. Neotropical Ichthyology
  • Britski, H. A. & J. C. Garavello. 1978. Sobre Leporinus octofasciatus Steindachner da bacia do Paraná (Pisces, Anostomidae). Papeis Avulsos de Zoologia
  • Oyakawa, O.T., 1998. Catalogo dos tipos de peixes recentes do Museu de Zoologia da USP. I. Characiformes (Teleostei: Ostariophysi). Pap. Avuls. Zool.
  • Planquette, P., P. Keith and P.-Y. Le Bail, 1996. Atlas des poissons d’eau douce de Guyane. Tome 1. Collection du Patrimoine Naturel Volume 22, MNHN, Paris & INRA, Paris.
  • Alonso, L.E. and H.J. Berrenstein, 2006. A Rapid Biological Assessment of the Aquatic Ecosystems of the Coppename River Basin, Suriname. RAP Bull. Of Biol. Assessment
  • Winterbottom, R. 1980. Systematics, osteology and phylogenetic relationships of fishes of the subfamily Anostominae (Characoidei, Anostomidae). Royal Ontario Museum, Life Sciences Contribution,
  • A new species of Leporinus Agassiz, 1829 (Characiformes: Anostomidae) from the rio Tocantins, Brazil – Heraldo A. Britski / José L. O. Birindelli – Museu de Zoologia, Universidade de São Paulo, 04218-970, São Paulo, SP, Brazil

Publicado em Julho/2024

Sobre Edson Rechi 868 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*