Ciclídeo Golfinho (Krobia itanyi)

 

Krobia itanyi (Puyo, 1943)

Foto: CCBY

Nome Popular: Acará, Cará, Ciclídeo Golfinho — Inglês: Dolphin cichlid

Ordem: Cichliformes — Família: Cichlidae (Ciclídeos)

Distribuição: América do Sul: córregos do rio Marowijne no Suriname e Guiana Francesa

Tamanho Adulto: 12 cm

Expectativa de Vida: 8 anos

pH: 5.5. a 7.0 — Dureza: –

Temperatura: 24°C a 30°C

Espécime em época de reprodução. Foto: Jedi Yakekuso

Aquário Mínimo: 80 cm comprimento X 30 cm largura — Aquário mínimo de 100L para um casal ou 200L para comunitário. Decoração com pedras grandes e troncos devem ser utilizados para a espécie ficar mais a vontade e demonstrar suas cores vibrantes.

Comportamento & Compatibilidade: Seu comportamento é bastante variável, costuma ser pacífico com outros peixes (exceto outros ciclídeos) se reservando a expulsá-los de seu território. Em época de reprodução se tornam agressivos. Comem peixes menores.

Alimentação: Carnívoro. Naturalmente se alimenta de pequenos crustáceos e larvas de insetos. Em cativeiro aceitará prontamente alimentos secos, vivos e congelados.

Reprodução: Ovíparo. Desovam em superfícies planas de rochas, folhas ou troncos. São bastante prolíferos , podendo chegar a cerca de 500 ovos por postura. Progenitores cuidam das larvas.

Dimorfismo Sexual: Os machos são um pouco maiores e mais coloridos que as fêmeas; possuem nadadeiras anal, dorsal e ventral alongadas, esta última normalmente ultrapassando a nadadeira anal em comprimento.

Biótopo: Como todas as espécies do gênero, é abundante em riachos pequenos, de fluxo lento e rasos, com fundo rochoso e siltoso. Ocorre junto com Guianacar owroewefi, Pyrrhulina filamentosa, Cyphocharax spilurus, Hemigrammus guyanensis e Heptapterus longior.

Etimologia: Krobia nome vernacular de diferentes peixes no Suriname. “Itany”, nome francês da bacia hidrográfica em que o peixe foi coletado. No Suriname, o mesmo rio é conhecido como Rio Litani.

Sinônimos: Aequidens itanyi

Informações adicionais: Ciclídeo de aparência robusta com corpo ligeiramente comprido lateralmente. Boca arredondada com lábios grossos. Sua cor base é uniformemente prateada na parte inferior do corpo e verde-acinzentada no dorso e no topo da cabeça. Uma linha preta espessa e irregular estende-se horizontalmente do olho até o pedúnculo caudal. Uma mancha preta distinta adorna a parte superior do pedúnculo caudal.

Referências:

  • Axelrod, H.R., 1993. The most complete colored lexicon of cichlids. T.F.H. Publications, Neptune City, New Jersey.
  • Keith, P., P.-Y. Le Bail and P. Planquette, 2000. Atlas des poissons d’eau douce de Guyane. Tome 2, Fascicule I: Batrachoidiformes, Mugiliformes, Beloniformes, Cyprinodontiformes, Synbranchiformes, Perciformes, Pleuronectiformes, Tetraodontiformes. Collection Patrimoines Naturels 43(I)
  • Kullander, S.O., 2003. Cichlidae (Cichlids). p. 605-654. In R.E. Reis, S.O. Kullander and C.J. Ferraris, Jr. (eds.) Checklist of the Freshwater Fishes of South and Central America. Porto Alegre: EDIPUCRS, Brasil.
  • Robins, C.R., R.M. Bailey, C.E. Bond, J.R. Brooker, E.A. Lachner, R.N. Lea and W.B. Scott, 1991. World fishes important to North Americans. Exclusive of species from the continental waters of the United States and Canada.

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Outubro/2023
Colaboradores (collaboration): —

Sobre Edson Rechi 858 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*