Dureza da água (kH,gH)

Autor: Jorgedh

Propriedade que indica a concentração de íons de metais dissolvidos na água, como Cálcio, Magnésio, Bário, também chamados de íons alcalino-terrosos e outros como Ferro. Salientando ainda que as concentrações de íons de magnésio (Mg2+) e cálcio (Ca2+) são maiores que dos demais.

Como os metais acabam sendo dissolvidos na água?

Através da ação da chuva que passa pelas rochas. As águas da chuva dissolvem o CO2 da atmosfera:

CO2 + H2O —> H2CO3

H2CO3 —> H+ + HCO3-

O que forma o ácido carbônico (diluído é claro). Essa lenta ação da chuva acaba dissolvendo as rochas, como por exemplo, o calcário:

H+ + CaCO3 —> HCO3- + Ca++

Quais os tipos de dureza?

A dureza permanente e a dureza temporária, a soma das duas é a dureza geral.

Qual a diferença entre dureza permanente e dureza temporária?

Permanente se diz da concentração de íons que não podem ser removidos fervendo a água. Geralmente cloretos, nitratos, sulfatos, etc. Já a concentração de íons que é facilmente removida por ebulição da água, é chamada de temporária. Deve-se a presença de carbonatos e bicarbonatos.

O que é Kh?

É a sigla de CARBONATE HARDNESS, ou dureza de carbonatos, é uma nomenclatura errônea, uma vez que é representada pela presença de bicarbonatos e pode não ter nenhuma relação com a dureza em carbonatos. Na verdade mede a quantidade de íons HCO³-. Pode ainda ser subdividida em dureza cálcica e dureza de magnésio.

Kh e dureza temporária são iguais?

Não. Embora vários aquaristas teimem em escrever isso, a verdade é que são semelhantes, mas não iguais. Tomemos como exemplo a adição de bicarbonato de sódio (NaHCO3), em água com dureza geral zero e dureza em carbonatos também zero. O resultado será uma dureza geral ainda em zero, porém o Kh subirá, porque aumentará a quantidade de íons HCO3-. Ora, já que a dureza geral é a soma dos resultados da temporária e permanente, a temporária também continuaria inalterada diferente da Kh.

Então o que os testes de Kh nos informam?

O resultado nos informa a capacidade de absorver os ácidos adicionados à água. Aqui também alguns usam o termo “capacidade de manter o pH estável”, mas esquecem de ressaltar que apenas quando são adicionados ácidos. Quando adicionadas bases não há nenhuma capacidade de absorção.

Por isso, o Kh seria mais bem representado pelo termo CAPACIDADE TAMPÃO ÁCIDA, que muitos aquaristas já o estão usando, há ainda o termo alcalinidade, ou reserva alcalina.

Os resultados geralmente são expressos em graus de dureza alemã de carbonatos, ou ºdKh.

Como essa capacidade tampão funciona?

Pegarei emprestada a analogia que quase todos autores usam. Funciona como uma esponja, quando adicionamos ácido, a “esponja” o absorve, se a esponja é grande ela absorverá uma quantidade maior, se for pequena logo se esgotará sua capacidade. Por isso Kh baixo absorve pouco ácido e rapidamente a água acidifica.

Porque existe a tendência da água acidificar?

Para ser breve basta lembrar que o resultado final do ciclo do nitrogênio, ou do azoto como se diz em Portugal, é o nitrato, mais precisamente o ácido nítrico, constantemente sendo dissolvido na água.

E a dureza geral, porque é importante para nossos peixes?

Os peixes efetuam constantemente a transferência de nutrientes através de membranas celulares, a alteração de alguns deles afeta seu metabolismo, como funcionamento de alguns órgãos, fertilidade dos ovos, ou ainda o crescimento, onde já é conhecido que a falta de zinco reduz em muito o hormônio responsável pelo crescimento.

Não obstante algumas espécies durante gerações criaram exigências, podendo ter uma absorção menor em águas dura (abundantes em compostos mineralizados), ou maior em águas moles. Por exemplo Discos e neons como vivem em águas moles efetuam uma absorção maior desses nutrientes, se estiver dura, absorverão em excesso e sentirão.

É verdade também que as maiorias dos peixes são muito flexíveis quanto à preferência de águas moles ou duras. E é bom lembrar que espécies criadas em cativeiro podem ter alteradas suas preferências após muitas gerações.

O que é GH?

Nada mais do que a representação de dureza geral, ou GENERAL HARDNESS. Geralmente usam como referência a quantidade de íons de magnésio e cálcio, Mg++ e Ca++ respectivamente. Não me esqueci dos outros íons não, é que estão em concentrações insignificantes e são muito difíceis de medir.

Os kits de teste usam uma equivalência dessa dureza a uma quantidade de CaCO3 na água. Não quer dizer que seja a presença apenas do CaCO3. Por isso que encontramos a expressão de partes de CaCO3 por milhão de partes de água, ou ppm, que dá no mesmo que mg/L.

A maioria dos testes utiliza a escala alemã ou dH, cuja relação é 1dH, ou 1ºdH, que é igual a 17,8 a 17,9 ppm de CaCO3. Cuja convenção do que é água macia (mole) ou dura ficou a seguinte:

Tabela de dureza geral

  • 0 a 4 dH 0 a 70 ppm Muito macia
  • 4 a 8 dH 70 a 140 ppm Macia
  • 8 a 12 dH 140 a 210 ppm Média
  • 12 a 18 dH 210 a320 ppm Meio dura
  • 18 a 30 dH 320 a 530 ppm Dura
  • Acima de 30 dh Acima de 530 ppm Muito dura, rocha líquida

 

Sobre Aquarismo Paulista 90 Artigos
Visamos o fortalecimento dos amantes deste hobby, para que possamos promover a divulgação do aquarismo responsável através de nosso grupo no Facebook e site, além de promover encontros e eventos relacionados. O foco do grupo Aquarismo Paulista é abranger todas as vertentes do aquarismo e aquaristas de todos os níveis.

4 Comentário

  1. Boa tarde.
    Tenho um tanque exterior com 562 litros de água, fiz uma cascata em pedra onde corre água de nascente quase todo o ano, embora com pouco caudal; nos meses mais secos é alimentada pela rega automática, com a mesma água de nascente,15 minutos de manhã e à noite, pus um nenúfar dentro de um vaso ao centro em cima de cima pedra para ficar mais à superfície, pus recentemente 4 peixes cometas, mas adoecem e acabam por morrer podem informarem-me se pode haver algo de errado? muito obrigado. Rui Costa

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*