Ciclídeo Borboleta Africano (Anomalochromis thomasi)

 

Anomalochromis thomasi (Boulenger, 1915)

Foto obtida em www.epond.eu

Nome Popular: Ciclídeo Borboleta Africano — Inglês: African Butterfly Cichlid

Ordem: Perciformes — Família: Cichlidae (Ciclídeos)

Distribuição: África, distribuído em Serra Leoa, Guiné e Libéria.

Tamanho Adulto: 7 cm

Expectativa de Vida: 5 a 8 anos

pH: 6.0 a 7.4 — Dureza: 5 a 12

Temperatura: 23°C a 28°C

Aquário Mínimo: 80 cm comprimento X 30 cm largura — aquário deverá ter rochas planas e muitos esconderijos. Raízes e troncos podem ser utilizados, assim como plantas. Pode ser mantido em aquário plantado, pois não remexe o substrato.

Comportamento & Compatibilidade: Extremamente pacífico por ser um ciclídeo, porém territorial em época de reprodução. Vagamente gregário, pode ser mantido em pequenos grupos e com peixes de pequeno porte. São peixes muito desinibidos e que aprendem a comer nas mãos do aquarista facilmente.

Alimentação: Onívoro. Bastante voraz, em aquário aceitará prontamente alimentos secos, congelados e vivos.

Foto obtida em www.iktus-aqua.fr

Reprodução: Ovíparo. Formado o casal, desovam em superfícies planas de rochas, troncos ou plantas. Pais cuidam da progênie até a eclosão das larvas e após estarem nadando livremente por algumas semanas. Atingem a maturidade sexual por volta dos seis meses.

Dimorfismo Sexual: Difícil distinção. Em época de reprodução as fêmeas são visivelmente redondas região ventral. Machos costumam ser ligeiramente maiores.

Biótopo: Prefere águas rasas e lamacentas em áreas semelhantes a savanas, com temperaturas da água próximas de 30°C durante a estação seca. Também podem serem encontrados em águas com densas áreas florestais. Quando estressado ou perturbado, se esconde na lama, às vezes em até 30 cm de profundidade.

Etimologia: –

Sinônimos: Pelmatochromis thomasi, Hemichromis thomasi, Haplochromis thomasi, Paratilapia thomasi

Informações adicionais: Espécie pouco difundida no aquarismo, embora no passado fosse popular. Possui proximidade com o gênero Hemichromis, tanto que é conhecido em algumas regiões como Ciclídeo Joia Anão. Quando juvenis não apresentam coloração exuberante quando adultos. É relativamente pouco exigente, pacífico, de fácil criação e bastante bonito quando adaptado no aquário.

Referências:

  • Daget, J., 1991. Anomalochromis. p. 6. In J. Daget, J.-P. Gosse, G.G. Teugels and D.F.E. Thys van den Audenaerde (eds.) Checklist of freshwater fishes of Africa (CLOFFA). ISNB, Brussles; MRAC, Tervuren; and ORSTOM, Paris. Vol. 4.
  • Lamboj, A., 2004. The Cichlid Fishes of Western Africa. Birgit Schmettkamp Verlag, Bornheim, Germany.
  • Romero, P., 2002. An etymological dictionary of taxonomy. Madrid, unpublished.
  • Anomalochromis thomasi em ciclídeos.com

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Janeiro/2021
Colaboradores (collaboration): —

Sobre Edson Rechi 907 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*