Tuvira Bicuda (Rhamphichthys hahni)

 

Rhamphichthys-hahni

Rhamphichthys hahni (Meinken, 1937)

Nome Popular: Tuvira Bicuda, Tuvira — Inglês: não possui

Família: Rhamphichthyidae

Origem: América do Sul; Bacia dos rios Paraná, Paraguai e Uruguai (Bacia do Prata)

Tamanho Adulto: 70 cm (comum: 30 cm)

Expectativa de Vida: desconhecido

Temperamento: Pacífico, predador

Aquário Mínimo: 150 cm X 50 cm X 50 cm (375 L)

Temperatura: 22°C a 28°C

pH: 6.0 a 8.o – Dureza: –

Rhamphichthys-hahni2

Visão Geral

Distribuído em rios de clima semitropical no centro e subtropical ao sul na bacia do Prata, sub – bacias do rio Paraná e Paraguai , além do rio Uruguai.

Encontrado em rios e lagos, normalmente ficando imóvel no fundo alternando entre período de descanso e caça.

Aquário & Comportamento

Aquário deverá ser comprido lateralmente com substrato arenoso e macio. O uso de rochas e raízes formando refúgio desejável.

Reprodução & Dimorfismo Sexual

Ovíparo. Desova ocorre entre Outubro e Fevereiro, onde desovam entre plantas. Apresenta cuidado parental.

Alimentação

Onívoro, em seu ambiente natural se alimenta basicamente de larvas de insetos e peixes menores. Em cativeiro dificilmente aceitam alimentos secos, mas podem ser condicionados a aceitarem minhocas, peixes vivos, entre outros alimentos alternativos.

EtimologiaRhamphichthys (grego), rhamphos = bico + ichthys (grego) = peixe

Referências

  1. Campos-da-Paz, R. and H.-J. Paepke, 1994. On Sternarchorhamphus hahni, a member of the rhamphichthyid genus Rhamphichthys (Ostariophysi: Gymnotiformes). Ichthyol. Explor. Freshwat. 5(2):155-159.
  2. Britski, H.A., K.Z. de S> de Silimon and B.S. Lopes, 2007. Peixes do Pantanal: manual de identificaçäo, 2 ed. re. ampl. Brasília, DF: Embrapa Informaçäo Tecnológica, 227 p.
  3. Zaniboni Filho, E., S. Meurer, O.A. Shibatta and A.P. de Oliverira Nuñer, 2004. Catálogo ilustrado de peixes do alto Rio Uruguai. Floriano?polis : Editora da UFSC : Tractebel Energia. 128 p. :col. ill., col. maps ; 25 cm.
  4. Romero, P., 2002. An etymological dictionary of taxonomy. Madrid, unpublished.
  5. Novas sinapomorfias para Rhamphichthys Muller & Troschel, 1848 (Teleostei: Rhamphichthyidae) – Mauro L. Triques Departamento de Zoologia; Instituto de Ciências Biológicas; Universidade Federal de Minas Gerais

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Julho/2016
Colaboradores (collaboration): –

Sobre Edson Rechi 748 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*