Barbo Fenix (Spinibarbus denticulatus)

 

Spinibarbus denticulatus(Oshima, 1926)

Espécime adulto em época de reprodução

Nome Popular: Barbo Fênix Chinês — Inglês: Chinese Phoenix barb

Ordem: Cypriniformes — Família: Cyprinidae (Cyprinídeos)

Distribuição: Ásia, Laos, Vietnã do Norte e sudeste da China

Tamanho Adulto: 40 cm (comum: 25 cm)

Expectativa de Vida: 15 anos +

pH: 6.0 a 8.0 — Dureza: —

Temperatura: 10°C a 30°C

Aquário Mínimo: 150 cm X 50 cm X 50 cm (375 L) — Relatos de sua criação em aquário são raras. Como a maior parte dos Cyprinídeos de grande porte que toleram uma grande amplitude térmica, sua criação ocorre melhor em lagos.

Comportamento: Pacífico, gregário

Compatibilidade: Deve ser mantido com peixes pacíficos de porte similar, preferencialmente que tolerem uma grande amplitude térmica quando criado em lago.

Alimentação: Onívoro, em seu ambiente natural se alimenta principalmente de matéria vegetal e detritos orgânicos. Em aquário aceitará prontamente alimentos secos.

Reprodução: Ovíparo. A reprodução é similar a de outros barbos, onde a fêmea irá dispersar ovos livremente no substrato ou vegetação sendo fecundado pelo macho em seguida. Não ocorre cuidado parental e os alevinos eclodem em até 48 horas e estarão nadando livremente 24 horas depois.

Dimorfismo Sexual: As fêmeas adultas tendem a ser mais redondas e ligeiramente maiores que os machos. Machos apresentam coloração mais chamativas quando adultos.

Biótopo: Ocorre em rios de médio e grande porte. Relatado criação em reservatórios em alguns países.

Etimologia: Spinibarbus, do latim Spinna = espinho + Latim, barbus = em referência a um tipo de peixe Barbo

Sinônimos: Spinibarbichthys denticulatus, Barbodes denticulatus, Barbus sinensis denticulatus, Spinibarbus denticulatus denticulatus

Informações adicionais: Tem ampla distribuição no sudeste asiático a partir da ilha Hainan (China), sudeste da China, Laos e Vietnã. É uma importante espécie na aquicultura local, uma vez que cresce rápido e tem alta tolerância a temperatura da água. Além de comer diversas plantas consideradas pragas.

Sua utilização como peixe ornamental, sobretudo em lagos, é pouco explorado principalmente pelo fato de apresentar cores pouco chamativas em estágio juvenil. Quando adulto apresenta coloração atraente com vermelho fogo em suas nadadeiras e parte da cabeça, além dos flancos e parte superior do corpo cinza escuro.

Seu nome comum é em alusão a ser um peixe rustico e muitas vezes ser encontrado em locais improváveis devido a degradação e poluição de seu habitat natural.

Espécime juvenil

Referências:

  1. Huang, H. et al., 1987. The freshwater fishes of China in coloured illustrations. The freshwater fishes of China in coloured illustrations.
  2. Kottelat, M., 2001. Fishes of Laos. WHT Publications Ltd., Colombo 5, Sri Lanka. 198 p.
  3. Nichols, J.T., 1943. The freshwater fishes of China. Natural history of Central Asia: Volume IX. The American Museum of Natural History, New York, USA, 322 p.
  4. Romero, P., 2002. An etymological dictionary of taxonomy. Madrid, unpublished.
  5. EOL – Encycloedia of life 
  6. Aquarium Glasser (Germany)

Ficha por (Entered by) Edson Rechi
Abril/2016 — Atualizado em Junho/2018
Colaboradores (collaboration): –

Sobre Edson Rechi 747 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*