Goby (Redigobius oyensi)

Redigobius oyensi (de Beaufort, 1913)

Foto cedida por Christian Langner (c)

Nome Popular: Goby

Ordem: Perciformes — Família: Gobiidae (Gobídeos)

Distribuição: Ásia e Oceania; Filipinas, Indonésia, Palau e Papua Nova Guiné.

Tamanho Adulto: 5 cm (* questionável)

Expectativa de Vida: desconhecido

pH: 7.0 a 8.4 — Dureza: –

Temperatura: desconhecido

Aquário Mínimo: 80 cm X 30 cm X 40 cm (96 L) — Exige água bem oxigenada. O substrato deverá ser preferencialmente arenoso e a decoração composta por troncos ou pedras formando cavernas e refúgios.

Comportamento & Compatibilidade: Apresenta comportamento pacífico com outras espécies, sendo os machos territorialistas e agressivos entre si. Deve ser mantido com peixes de porte semelhante e de mesmas exigências.

Alimentação: Em cativeiro precisa de uma variedade de pequenos alimentos vivos ou congelados como Daphnia, Cyclops, bloodworm, larvas de mosquito e camarões. Dificilmente aceitam alimentos secos.

Reprodução: Ovíparo. Sua reprodução em cativeiro é desconhecida.

Dimorfismo Sexual: Machos são mais coloridos em época de reprodução e os raios da primeira nadadeira dorsal mais alongados.

Biótopo: Ocorre em água doce em meio a substrato rochoso e rochas de diversos tamanhos.

Etimologia:

Sinônimos: Lophogobius wera, Gobius oyensi

Informações adicionais: —

Espécime macho a esquerda e fêmea a direita respectivamente

Referências:

  • Larson, H.K., 2010. A review of the gobiid fish genus Redigobius(Teleostei: Gobionellina), with descriptions of two new species. Ichthyol. Explor. Freshwat.

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Dezembro/2018
Colaboradores (collaboration): —

Sobre Edson Rechi 724 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*