Arco-íris Furcatus (Pseudomugil furcatus)

 

Pseudomugil furcatus

Pseudomugil furcatus (Nichols, 1955)

Nome Popular: Arco-íris de Cauda Bifurcada, Arco-íris Furcatus — Inglês: Forktail rainbowfish, Forktail blue-eye

Ordem: Atheriniformes — Família: Pseudomugilidae

Distribuição: Oceania, ocorre nas terras baixas do leste de Papua Nova Guiné entre Dyke Ackland Bay e Collingwood Bay.

Comportamento: Pacífico, comunitário. Deve ser mantido em grupos de pelo menos seis indivíduos.

Tamanho Adulto: 4 cm

Expectativa de Vida: 3 a 4 anos

pH: 6.0 a 8.0 (ideal entre 7.0 a 8.0)

Dureza: 5 a 12

Temperatura: 24°C a 28°C

Aquário Mínimo: 60 cm X 30 cm X 30 cm (54L)

Alimentação: Onívoro, em seu ambiente natural se alimenta de zooplâncton, fitoplâncton e invertebrados. Em aquário aceitará prontamente alimentos vivos e secos.

Reprodução: Ovíparo, disseminador de fundo. Fêmeas liberam ovos no fundo (cerca de 10 ovos por dia) onde serão fecundados pelo macho. Eclosão demora entre 10 e 20 dias dependendo da temperatura.

Dimorfismo Sexual: Machos são mais coloridos que as fêmeas, apresentando coloração amarela bastante realçada. Nadadeira dorsal do macho maior e mais comprida.

Biótopo: Habita córregos e pequenos riachos com cobertura vegetal bastante densa, normalmente em águas límpidas.

Informações adicionais: Pequeno peixe bastante pacífico, curiosos e que interagem entre si constantemente onde os machos competem por fêmeas exibindo suas nadadeiras coloridas parecendo asas. Embora não possa ser considerada uma espécie cardumeira, ficam melhores quando condicionados em grupos usando a proporção de um macho para cada duas ou três fêmeas. Costumam não tolerar aquário biologicamente imaturo e são bastante suscetíveis a oscilações químicas. A água preferencialmente deve ser bem oxigenada, apreciam ambiente levemente lótico.

Pseudomugil furcatus2

Referências:

  1. Axelrod, H.R., W.E. Burgess, N. Pronek and J.G. Walls, 1991. Dr. Axelrod’s Atlas of freshwater aquarium fishes. Sixth edition. T.F.H. Publications, Neptune City, New Jersey.
  2. IUCN, 1994. 1994 IUCN red list of threatened animals. International Union for Conservation of Nature and Natural Resources, Gland, Switzerland and Cambridge, U.K.
  3. Baensch, H.A. and R. Riehl, 1985. Aquarien atlas. Band 2. Mergus, Verlag für Natur-und Heimtierkunde GmbH, Melle, Germany. 1216 p.

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Julho/2015
Colaboradores (collaboration): –

 

Sobre Edson Rechi 769 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*