Barbo Rubi Negro (Pethia nigrofasciata)

Pethia nigrofasciata  (Günther, 1868)

Nome Popular: Barbo Rubi Negro — Inglês: Black ruby barb

Ordem: Cypriniformes — Família: Cyprinidae (Ciprinídeos)

Distribuição: Ásia, bacias de Nilwala e Kelani no Sri Lanka

Tamanho Adulto: 6 cm

Expectativa de Vida: 3 anos +

pH: 6.0 a 7.0 — Dureza: 5 a 12

Temperatura: 22°C a 28°C

Aquário Mínimo: 80 cm (comprimento) X 30 cm (largura) – a decoração do aquário é indiferente, embora se mostrem mais coloridos quando mantidos em aquário plantado e substrato escuro.

Comportamento: Pacífico e gregário, deve ser mantido no mínimo seis espécimes.

Compatibilidade: Não é um peixe exigente em termos de química da água, podendo ser mantido com a maioria dos peixes mais populares encontrados em lojas de aquarismo.

Alimentação: Onívoro, Alimenta-se principalmente de algas filamentosas e detritos. Em aquário aceitará alimentos vivos e secos prontamente.

Reprodução: Ovíparo, similar a outros barbos, após ritual de acasalamento com macho se exibindo para fêmea, ela dispersará ovos livres próximo ao substrato ou entre plantas, que serão fecundados em seguida pelo macho. Larvas eclodem em até 48 horas e nadam livremente após 24 à 48 horas. Pais não exibem cuidado parental e podem comer alevinos.

Dimorfismo Sexual: Machos são mais coloridos e nadadeiras mais escuras.

Biótopo: Habita córregos de águas claras e sombreados em áreas florestais, em substrato de cascalho ou areia. Às vezes encontrado em água parada nas margens de córregos e de rios de águas claras. Ocorre em áreas montanhosas até cerca de 300 m de altitude.

Etimologia: Pethia é o nome vernacular genérico para pequenos ciprinídeos em cingalês. Nigrofasciata, do latim niger, que significa “preto”, e fasciatus, que significa “bandado”, em referência ao padrão de cor desta espécie.

Sinônimos: Barbus nigrofasciatus

Informações adicionais: Endêmico das bacias Kelani a Nilwala, no Sri Lanka. A população introduzida em Mahaweli em Ginigathena, no Sri Lanka, diminuiu em número devido ao comércio de peixes ornamentais.

É um dos peixes mais populares no aquarismo devido sua beleza e resistência. Reproduzido amplamente em cativeiro e utilizado para gerar híbridos junto a outras espécies de Barbos.

Espécime fêmea

Referências:

  1. Pethiyagoda, R., 1991. Freshwater fishes of Sri Lanka. The Wildlife Heritage Trust of Sri Lanka, Colombo.
  2. Axelrod, H.R., W.E. Burgess, N. Pronek and J.G. Walls, 1991. Dr. Axelrod’s Atlas of freshwater aquarium fishes. Sixth edition. T.F.H. Publications, Neptune City, New Jersey.
  3. Schut, J., S.S. De Silva and K. Kortmulder, 1984. Habitat associations and competition of eight Barbus (=Puntius) species (Pisces, Cyprinidae) indigenous to Sri Lanka. Neth. J. Zool. 34(2):159-181.
  4. Moyle, P.B. and F.R. Senanayake, 1984. Resource partitioning among the fishes of rainforest streams in Sri Lanka. J. Zool. Lond.

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Julho/2018
Colaboradores (collaboration): –

Sobre Edson Rechi 661 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*