Barbo Dourado (Pethia gelius)

Pethia gelius  (Hamilton, 1822)

Nome Popular: Barbo Dourado — Inglês: Golden barb

Ordem: Cypriniformes — Família: Cyprinidae (Ciprinídeos)

Distribuição: Ásia, Paquistão, Índia e Bangladesh

Tamanho Adulto: 5 cm (comum 3 cm)

Expectativa de Vida: 5 anos +

pH: 6.0 a 7.0 — Dureza: 5 a 12

Temperatura: 18°C a 24°C

Aquário Mínimo: 60 cm (comprimento) X 30 cm (largura) – melhor quando mantido em um aquário densamente plantado, sendo uma excelente escolha para compor a parte viva no aquapaisagismo.

Comportamento: Normalmente bastante pacífico. É uma espécie gregária por natureza devendo ser mantido pelo menos seis espécimes. Mantê-los em numeroso cardume resultará em uma exibição de seu comportamento natural e cores mais realçadas.

Compatibilidade: Importante criá-los com peixes de porte diminuto e de comportamento pacífico. Pode ser criado com camarões dos gêneros Caridina Neocaridina.

Alimentação: Carnívoro, é um micro predador se alimentando de pequenos crustáceos e insetos. Em aquário aceitará prontamente alimentos secos e vivos.

Reprodução: Ovíparo, similar a outros barbos, após ritual de acasalamento com macho se exibindo para fêmea, ela dispersará ovos livres próximo ao substrato ou entre plantas, que serão fecundados em seguida pelo macho. Larvas eclodem em até 48 horas e nadam livremente após 24 à 48 horas. Pais não exibem cuidado parental e podem comer alevinos.

Dimorfismo Sexual: Os machos adultos são perceptivelmente menores, mais magros e mais coloridos do que as fêmeas, sendo este último mais perceptível nos indivíduos nupciais.

BiótopoTende a habitar ambientes lentos, muitas vezes turvos, com substratos de lama ou limo, bem como zonas marginais de rios e afluentes. No estado de Bengala Ocidental, por exemplo, é normalmente encontrado em riachos lentos e de pouca movimentação que passam por terras cultivadas, como campos de arroz, e que podem ou não conter vegetação aquática.

Etimologia Pethia, nome genérico vernacular para pequenos ciprinídeos na língua cingalesa. Gelius, parece seguir um nome comum local para o peixe.

Sinônimos: Puntius carletoni, Cyprinus canius, Systomus gelius, Puntius gelius, Barbus gelius, Cyprinus gelius

Informações adicionais: Descrito a partir de ‘Lagoas e valas do nordeste de Bengala’, e geralmente considerado nativo do rio Ganges e Brahmaputra no norte da Índia, Nepal e Bangladesh. Alguns aspectos do padrão de cor e morfologia variam dependendo da localidade onde é encontrado.

P. gelius e P. canius, ambos foram descritos por Hamilton (1822) e compartilham a mesma distribuição, embora Hamilton não fornecesse desenhos, M’Clelland (1839) incluia ilustrações coloridas que mostravam duas espécies bem diferentes. Em espécimes vivos, o corpo de P. gelius é de cor amarelo pálido e as nadadeiras dorsal, pélvica e anal são amarelas brilhantes, enquanto que em P. canius o corpo é avermelhado, dorsal e caudal vermelho e anal-laranja-amarelado e em P. aurea o corpo é amarelo-dourado, dorsal com uma base amarelo pálido e todas as outras nadadeiras hialinas.

Espécime Macho
Espécime Fêmea

Referências:

  1. Pethiyagoda, R., M. Meegaskumbura and K. Maduwage, 2012. A synopsis of the South Asian fishes referred to Puntius (Pisces: Cyprinidae). Ichthyol. Explor. Freshwat.
  2. Menon, A.G.K., 1999. Check list – fresh water fishes of India. Rec. Zool. Surv. India, Misc. Publ., Occas. Pap. No. 175
  3. Mills, D. and G. Vevers, 1989. The Tetra encyclopedia of freshwater tropical aquarium fishes. Tetra Press, New Jersey.
  4. Rahman, A.K.A., 1989. Freshwater fishes of Bangladesh. Zoological Society of Bangladesh. Department of Zoology, University of Dhaka

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Julho/2018
Colaboradores (collaboration): –

Sobre Edson Rechi 696 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*