Cobrinha Kuhli (Pangio kuhlii)

 

Pangio kuhlii

Classificação

Pangio kuhlii (Valenciennes, 1846)

Classe: Actinopterygii   Ordem: Cypriniformes  FamíliaCobitidae

Nomes comuns: Cobrinha Kuhli, Kuhly, Kuli — Inglês: Coolie loach, Giant coolie loach, Kuhli loach, Leopard loach, Slimy loach, Leapord Eel, Prickly Eye.

Grupo Aquário: Cobitídeos, Peixes Serpentiformes

Ambiente & parâmetros da água

Água doce • pH: 4.5 – 7.2 (aquário ideal entre 6.0 a 7.0) • Dureza: 1 – 5 Temperatura: 24°C – 30°C

Comumente encontrado em águas rasas, tanto em águas negras como claras, normalmente em meio a densa vegetação aquática marginal e superior.

A água possui geralmente um teor mineral dissolvido insignificante, é mal tamponada e o pH pode ser bastante baixo, algo em torno de 3.0 ou 4.0, devido à liberação gradual de taninos e orgânicos ácidos a partir de material vegetal em decomposição.

Tamanho adulto:

12 cm (comum 10 cm) Estimativa de vida: 10 anos +

Distribuição

Ásia. Encontrado na Indonésia, Malásia e Tailândia.

Atualmente sua ocorrência é aceita na Peninsula Malásia, mas a verdadeira extensão da sua distribuição não está totalmente clara.

Pangio kuhlii-map
Mapa por Discover Life

Manutenção em aquário & Comportamento

Aquário com dimensões mínimas de 60 cm X 30 cm X 30 cm (54 litros) requerido. Aquário deverá possuir densa vegetação aquática formando zonas sombrias ou iluminação moderada. Substrato deverá ser arenoso e macio, uma vez que a espécie possui o hábito de se enterrar.

Apresenta comportamento extremamente pacífico devendo ser mantido com peixes pacíficos e de pequeno porte, preferencialmente que não sejam agitados. É comum passar várias semanas sem avistar a espécie no aquário, uma vez que possui hábito noturno e passa a maior parte de seu tempo enterrado no substrato, aparecendo esporadicamente principalmente para se alimentar. Embora não costumam ficar juntos, devem ser mantidos em grupos de pelo menos cinco indivíduos para se sentirem mais seguros, crescendo as chances de não se enterrarem com tanta frequência.

Alimentação

Onívoro, em seu ambiente natural alimenta-se principalmente insetos, larvas e pequenos crustáceos. Em cativeiro aceitará alimentos secos e vivos.

É um micro predador e peneira seu alimento através da boca e guelras, possivelmente se alimenta de detritos e matéria vegetal secundariamente.

Reprodução e dimorfismo sexual

Ovíparo. Após ritual de acasalamento onde macho e fêmea irão nadar se entrelaçando, desovam em raízes de superfície ou plantas flutuantes; ovos são da cor esverdeada. Pais não cuidam da progênie e podem comer os ovos e larvas.

Dimorfismo Sexual

Fêmeas possuem região ventral maior (mais inchado) enquanto os machos são mais magros e menores. Nadadeiras peitorais dos machos são sensivelmente maiores.

Galeria de imagens

Pangio kuhlii4Pangio kuhlii3 Pangio kuhlii2

Descrição

O termo “Kuhli” é bastante utilizado para designar coletivamente várias espécies do gênero Pangio e existem diversas espécies que são bastante similares a Pangio kuhlii.

P. kuhlii apresenta cor de fundo amarelo rosado com cerca de 12 a 17 listras verticais escuras e 3 listras em sua cabeça. Não possui escamas em sua cabeça e seus olhos são cobertos por uma pele transparente, além de apresentar três pares de barbilhões próximo a boca. Nadadeira dorsal pequena e a nadadeira anal é definida na extremidade da base da dorsal. Pode ser confundido com P. myersi.

Espécies deste gênero são comumente referidas como Botias Enguias, mas são distinguidos dos outros Cobitídeos pela forma do corpo longa e fina, relativamente elevado número de vértebras e a posição da nadadeira dorsal que está situado bem atrás da origem das pélvicas (comparada em frente, acima ou apenas ligeiramente para trás).

Todos os cobitídeos possuem afiados espinhos sub- oculares, que normalmente ficam escondidos dentro de uma bolsa.

Sinônimos: Pangio fasciatus, Acanthophthalmus fasciatus, Acanthophthalmus kuhli, Cobitis kuhlii

Referências

  1. Robins, C.R., R.M. Bailey, C.E. Bond, J.R. Brooker, E.A. Lachner, R.N. Lea and W.B. Scott, 1991. World fishes important to North Americans. Exclusive of species from the continental waters of the United States and Canada. Am. Fish. Soc. Spec. Publ. (21):243 p.
  2. ASAP, Aquarium Science Association of the Philippines, 1996. Aquarium species in the Philippines. ASAP Aquarist Database Report. 9 p. Quezon City, Philippines.
  3. Riehl, R. and H.A. Baensch, 1991. Aquarien Atlas. Band. 1. Melle: Mergus, Verlag für Natur-und Heimtierkunde, Germany. 992 p.

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Março/2015
Colaboradores (collaboration): –

 

Sobre Edson Rechi 769 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

12 Comentário

  1. Comprei um peixe fica igual na forma de ser, porém sem cor apenas pintas…ele atacou um telescópio e fiquei nervosa não mordeu mas ficou quase que se enrolando no telescópio…tenho uma.lagoa de 3 metros e meio e muitas carpas e telescópio comprei esse nem sei pq…meu esposo quer tirar e mata lo. Todo com pena dele não sei o que fazer já tentei pesquisar e nada tem na net mas parece mt com esse só não a cor…

     
  2. Comprei 3 cobrinhas Kuhli amei elas, queria uma opinião de peixes que conviva bem com elas para introduzir no aquario, mas pra frente comprarei mais cobrinha kuhli. Obrigado

     
  3. Olá, estou em processo de planejamento de um aquário de 200l. Gostaria de saber se posso ter Kuhlis e Corydoras juntas. Sei que ambas são peixes de fundo e ele pode ficar excessivamente povoado mas sou apaixonada por ambas e não queria ter de escolher entre uma delas. Grata!

     

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*