Cuiu Cuiu (Oxydoras niger)

 

Oxydoras niger (Valenciennes, 1821)

Nome Popular: Cuiu Cuiu — Inglês: Ripsaw catfish

Ordem: Siluriformes — Família: Doradidae (Doradídeos)

Distribuição: América do Sul, bacias dos rios Amazonas, São Francisco e Essequibo

Tamanho Adulto: 100 cm (comum 60 cm)

Expectativa de Vida: 20 anos +

pH: 6.0 a 8.0 — Dureza: até 20

Temperatura: 24°C a 30°C

Aquário Mínimo: 250 cm (comprimento) x 60 cm (largura) – aquário deverá possuir preferencialmente substrato arenoso com bastante refúgios para abrigar o peixe.

Comportamento & Compatibilidade: Apesar de seu tamanho é bastante pacífico mas pode comer peixes menores. Ideal mantê-lo com peixes de porte semelhante ou maior.

Alimentação: Naturalmente consome detritos, larvas de chironomóides, efemópteros e crustáceos. Se alimenta deslocando-se através da areia e detectando partes comestíveis com seus receptores.

Reprodução: Sua reprodução é desconhecida.

Dimorfismo Sexual: Desconhecido.

Biótopo: Ocorre em grande número rente ao substrato em córregos e lagos.

Etimologia: Oxydoras, do grego, oxys = afiado + grego, dora = pele

Sinônimos: Pseudodoras holdeni, Oxydoras holdeni, Rhinodoras teffeanus, Rhinodoras prianomus, Corydoras edentatus, Doras humboldti, Rhinodoras niger, Pseudodoras niger, Doras niger

Informações adicionais: Distribuído nas bacias dos rios Amazonas, São Francisco e Essequibo. Relatado sua presença no rio Orinoco. Apresenta espinhos laterais que podem danificar um predador ou manipulador em potencial.

Referido por inúmeros nomes populares no Brasil como Abotoado, Bacu, Cari, Cuiú cuiú, Cuiu Cuiu, Cuju cuju, Cujuba, Focinho de porco, Peixe carneiro, Tuiú e Vacu.

Foto cedida gentilmente por Jean-Francois Helias

Referências:

  • Sabaj, M.H. and C.J. Ferraris Jr., 2003. Doradidae (Thorny catfishes). p. 456-469. In R.E. Reis, S.O. Kullander and C.J. Ferraris, Jr. (eds.) Checklist of the Freshwater Fishes of South and Central America. Porto Alegre: EDIPUCRS, Brasil.
  • Goulding, M., 1980. The fishes and the forest: explorations in Amazonian natural history. University of California Press, Berkeley.
  • Goulding, M., 1981. Man and fisheries on an Amazon frontier. In H.J. Dumont (ed.). Developments in Hydrobiology, v. 4. The Hague: W. Tunk Publishers.
  • Le Guenec, B., 1985. Claves longitud – peso de 38 especes de la region de Trinidad Bolivia. O.R.S.T.O.M.-Cordebeni-UTB (Trinidad-Bolivia), Inf. Cien.

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Abril/2019
Colaboradores (collaboration): —

Sobre Edson Rechi 884 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*