Leleupi (Neolamprologus leleupi)

 

Neolamprologus leleupi (Poll, 1956)

Nome Popular: Ciclídeo Limão, Leleupi — Inglês: Lemmon cichlid

Ordem: Perciformes — Família: Cichlidae (Ciclídeos)

Distribuição: África, endêmico do lago Tanganyika

Tamanho Adulto: 10 cm

Expectativa de Vida: 5 anos +

pH: 8.0 a 9.0 — Dureza: –

Temperatura: 24°C a 28°C

Aquário Mínimo: 100 cm comprimento X 40 cm largura — o aquário deverá estar munido de substrato arenoso e rochas dispostas formando um paredão. Embora esta espécie não atinja tamanho grande, deve ser mantida em grupos, daí a necessidade de um aquário espaçoso. Para aquário comunitário considere pelo menos 150 cm de comprimento.

Comportamento & Compatibilidade: Espécie agressiva tanto como intra, como inter espécie. Gostam de vaguear por todo o aquário. Para manter com outras espécies de peixes considere um aquário com bom espaço e bastante rochas.

Alimentação: Onívoro, alimenta-se de invertebrados encontrados na biocobertura de rochas ou em meio ao substrato. Em aquário aceitam todo tipo de alimentos sem dificuldade.

Reprodução: Ovíparo. Depositam ovos em cavernas e eclodem em até quatro dias. Alevinos consomem o saco vitelínico e nadam livremente em até 10 dias sob a supervisão dos pais.

Dimorfismo Sexual: Machos são levemente maiores do que as fêmeas e mais encorpados.

Biótopo: Ocorrem em áreas rochosas ao longo da costa.

Etimologia: Neolamprologus do Grego, neos = novo + grego, lampros = luz + grego, lagos = lebre

Sinônimos: Neolamprologus leleupi leleupi, Lamprologus leleupi leleupi, Lamprologus leleupi, Neolamprologus leleupi melas, Lamprologus leleupi melas

Informações adicionais: Conhecidos como rock-dwellers, ou morador de rochas, tem uma distribuição descontinua no lago podendo ser encontrado na margem noroeste perto de Uvira, ao longoda margem este, entre Malagarasi River e Bulu Point, e na margem oeste, entre Cape Tembwe e Zongwe.

Uma das espécies mais comuns no aquarismo devido suas cores deslumbrantes, no entanto, não é tão fácil de se manter como sua popularidade sugere, devido a sua agressividade em relação a co-específicos e sua sensibilidade às condições de qualidade da água. É uma espécie solitária na natureza, com peixes machos entrando nas cavernas das fêmeas quando os encontram e desovando com fêmeas receptivas.

Referências:

  • Maréchal, C. and M. Poll, 1991. Neolamprologus. p. 274-294. In J. Daget, J.-P. Gosse, G.G. Teugels and D.F.E. Thys van den Audenaerde (eds.) Check-list of the freshwater fishes of Africa (CLOFFA). ISNB, Brussels; MRAC, Tervuren; and ORSTOM, Paris. Vol. 4.
  • Konings, A., 1988. Tanganyika cichlids. Verduijn Cichlids & Lake Fish Movies, Zevenhuizen, Holland.
  • Romero, P., 2002. An etymological dictionary of taxonomy. Madrid, unpublished.
  • Neolamprologus leleupi em ciclideos.com

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Dezembro/2020
Colaboradores (collaboration): —

Sobre Edson Rechi 884 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*