Lambari Listrado (Hollandichthys multifasciatus)

 
Espécime juvenil capturado no Rio da Fazenda, Ubatuba, São Paulo
Espécime juvenil capturado no Rio da Fazenda, Ubatuba, São Paulo

Hollandichthys multifasciatus (Eigenmann & Norris, 1900)

Nome Popular: Lambari Listrado — Inglês: não possui

Família: Characidae (Caracídeos)

Distribuição: América do Sul; rios costeiros da região sudeste até o sul do Brasil

Tamanho Adulto: 10 cm (comum: 7 cm)

Expectativa de Vida: 5 anos +

Temperamento: Pacífico

Aquário Mínimo: 80 cm X 30 cm X 40 cm (96 L)

Temperatura: 16°C a 28°C

pH: 6.0 a 7.5 – Dureza: desconhecido

Hollandichthys-multifasciatus-lambari3

Visão Geral

Conhecido como Lambari Listrado ou Lambari Dourado, é uma espécie associada a ambientes de florestas e ocorre desde a região sudeste do Brasil (RJ e SP) até o Rio Grande do Sul. Há relatos de sua ocorrência no Uruguai.

Comumente encontrado em meio a densa vegetação aquática em ambiente lêntico.

Aquário & Comportamento

Preferem aquário com bastante plantas formando zonas sombrias. Se mostram mais coloridos e ativos quando mantidos em aquário densamente plantado. Pode-se adicionar raízes e folhas secas (opcional) como decoração.

Possui comportamento gregário e pacífico, podendo ser mantido em aquário comunitário. Se deve mantê-los em pelo menos 6 espécimes ou mais.

Reprodução & Dimorfismo Sexual

Ovíparo. Pouco se sabe sobre sua reprodução, porém em existem relatos de sua reprodução em cativeiro ser similar aos demais caracídeos de pequeno porte. Nas primeiras horas do dia o macho conduzirá a fêmea liberar os ovos que serão fecundados e sua maioria irá para o fundo. Eclodem em até três dias e larvas estarão nadando livremente em até 48 h. Pais não exibem cuidado parental.

O dimorfismo sexual é evidente em espécimes adultos, o macho apresenta corpo de forma retilínea e coloração mais intensa, enquanto fêmea possui corpo mais roliço e cores mais pálidas além se ser levemente maior.

Alimentação

Onívoro, essencialmente insetívoro. Sua alimentação inclui insetos aquáticos e terrestres, decápodes, oligoquetos aquáticos, plantas e aranhas. Os maiores indivíduos alimentaram-se principalmente de plantas, insetos terrestres e aranhas, enquanto que os menores indivíduos alimentaram-se basicamente de plantas e oligoquetos aquáticos.

Em cativeiro aceitará prontamente alimentos vivos e secos.

Etimologia: Hollandichthys; a partir da Holanda ou pessoa com sobrenome Holland. Multifasciatus = muitas listras

Hollandichthys-multifasciatus-lambari2

Referências

  1. Temporal and ontogenetic variations in feeding habits of Hollandichthys multifasciatus (Teleostei: Characidae) in coastal Atlantic rainforest streams, southern Brazil – ABILHOA, Vinícius; BORNATOWSKI, Hugo e OTTO, Gislaine
  2. Comparative cytogenetics among populations of Hollandichthys multifasciatus (Teleostei: Characidae) – Balen RE1, Noleto RB, Vicari MR, Artoni RF, Cestari MM.

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Agosto/2016

Sobre Edson Rechi 772 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*