Bagrinho (Imparfinis minutus)

 
Imparfinis minutus (Lütken, 1874)

Ficha Técnica

Ordem:  Siluriformes — Família: Heptapteridae (Heptapterídeos)

Nomes Comuns: Mandizinho, Bagrinho — Inglês: Shrimp Catfish

Distribuição: América do Sul, bacia do São Francisco (Brasil)

Tamanho Adulto: 12 cm

Expectativa de Vida: desconhecido

Comportamento: pacífico

pH: 6.0 a 7.0 — Dureza: desconhecido

Temperatura: 24°C a 28°C

Distribuição e habitat

Ocorre na bacia do rio São Francisco em Minas Gerais. Relatado sua presença na bacia do Atlântico Sudeste e alto do rio Paraná em São Paulo e afluentes do rio Paraguai.

Frequentemente encontrados em grandes rios de fortes correntes associada a ambientes pouco profundos, com substrato constituído principalmente por pedra, cascalho e matacão.

Descrição

Encontrado em associação com Pimelodella, Hemiancistrus, Lasiancistrus, Lithoxus, Characidium e Leporinus granti.

Criação em Aquário

Aquário com dimensões mínimas de 80 cm de comprimento e 30 cm de largura desejável.

A decoração do aquário é um tanto indiferente, porém é desejável possuir inúmeros refúgios para abrigar a espécie uma vez que passa a maior parte do tempo escondido.

Comportamento

Pacífico e gregário.

Reprodução

Sua reprodução é desconhecida.

Dimorfismo Sexual

Desconhecido.

Alimentação

Onívoro. Em seu ambiente natural se alimenta de insetos aquáticos e terrestres, secundariamente plantas e algas.

Caça suas presas escavando o substrato, usando sua boca e barbelas para virar o substrato, enquanto nada ativamente entre as rochas e substrato.

EtimologiaImparfinis do latim impar = desigual + grego, finis, pinna = asa, nadadeira.

SinônimosRhamdia minuta

Referências

  1. Bockmann, F.A. and G.M. Guazzelli, 2003. Heptapteridae (Heptapterids). p. 406-431. In R.E. Reis, S.O. Kullander and C.J. Ferraris, Jr. (eds.) Checklist of the Freshwater Fishes of South and Central America. Porto Alegre: EDIPUCRS, Brasil.
  2. Burgess, W.E., 1989. An atlas of freshwater and marine catfishes. A preliminary survey of the Siluriformes. T.F.H. Publications, Inc., Neptune City, New Jersey (USA).
  3. Casatti, L. and R.M.C. Castro, 1998. A fish community of the São Francisco River headwaters riffles, southeastern Brazil. Ichthyol. Explor. Freshwat. 9(3):229-242.
  4. Biologia populacional de Imparfinis minutus (Siluriformes, Heptapteridae) na microbacia do Ribeirão Grande, serra da Mantiqueira oriental, Estado de São Paulo – Mariana Bissoli de Moraes, Francisco Manoel de Souza Braga

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Junho/2017
Colaboradores (collaboration): –

Sobre Edson Rechi 756 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*