Tetra Diabo Vermelho – Red Devil (Hyphessobrycon notidanos)

 

Hyphessobrycon notidanos (Carvalho & Bertaco, 2006)

Espécime macho. Foto de Tino Yan (CCBY)

Nome Popular: Tetra Diabo Vermelho — Inglês: Red Devil Tetra

Ordem: Characiformes — Família: Characidae (Caracídeos)

Distribuição: América do Sul, rio Doze de Outubro no alto do rio Tapajós na Chapada dos Parecis, Comodoro, Mato Grosso (Brasil).

Tamanho Adulto: 3 cm

Expectativa de Vida: 5 anos

pH: 6.0 a 7.4 — Dureza: –

Temperatura: 24°C a 28°C

Foto de Tino Yan (CCBY)

Aquário Mínimo: 40 cm comprimento X 30 cm largura — Apreciam aquário densamente plantado com fluxo fraco de água.

Comportamento & Compatibilidade: Espécie pacífica que pode ser mantida em aquário comunitário com peixes igualmente pacíficos e de tamanho diminuto. De comportamento gregário, será importante manter em cardume com pelo menos 6 espécimes para que mostrem seu comportamento natural e cores mais realçadas. São bastante agitados e de natação rápida, com machos disputando constantemente a hierarquia do cardume ou se exibindo para as fêmeas.

Alimentação: Micro-predador e necrófago. Aceitam a maioria dos alimentos fornecidos como vivos e secos.

Reprodução: Desconhecido.

Dimorfismo Sexual: Machos apresentam coloração mais chamativa e nadadeira dorsal alongada e pontiaguda, atingindo posteriormente a base da nadadeira adiposa. Machos maduros não apresentam glândula branquial no primeiro arco branquial.

Foto de Aquarium Glaser (Alemanha)

Biótopo: Encontrado próximo à margem ao longo de trechos semi lênticos em rios rasos e de água clara, areia e pequenas pedras espalhadas no fundo, com vegetação moderadamente submersa e ciliar.

Etimologia: Notidanos; do grego notidanos (com nadadeira dorsal pontiaguda), referindo-se aos raios alongados da nadadeira dorsal nos machos.

Sinônimos: Não possui.

Informações adicionais: Endêmico do Brasil e descrito cientificamente somente em 2006, é um Tetra bastante colorido. Seu nome em inglês (Red Devil) se deve a sua coloração vermelha no corpo e íris azul, enquanto a variedade “Yellow Devil possui íris vermelha. Acredita-se que ambas as formas de cores ocorrem juntas na natureza, mas são exportadas separadamente.

Referências:

  • Carvalho, T.P. and V.A. Bertaco, 2006. Two new species of Hyphessobrycon (Teleostei: Characidae) from upper rio Tapajós basin on Chapada dos Parecis, central Brazil. Neotrop. Ichthyol.
  • Two new species of Hyphessobrycon (Teleostei: Characidae) from upper rio
    Tapajós basin on Chapada dos Parecis, Central Brazil – Tiago Pinto Carvalho and Vinicius Araújo Bertaco

Publicado em Abril/2024

Sobre Edson Rechi 860 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*