Tetra Bandeira (Hyphessobrycon heterorhabdus)

 

Hyphessobrycon heterorhabdus (Ulrey, 1894)

Nome Popular: Tetra Bandeira, Risca Fogo — Inglês: Flag tetra

Ordem: Characiformes — Família: Characidae (Caracídeos)

Distribuição: América do Sul, bacia Amazônica

Tamanho Adulto: 3 a 4 cm

Expectativa de Vida: 3 a 5 anos +

pH: 4.5 a 7.5 — Dureza: < 10

Temperatura: 23°C a 28°C

Aquário Mínimo: 60 cm (comprimento) X 30 cm (largura) desejável — se mostram mais coloridos quando mantidos em aquário densamente plantado. Pode-se adicionar raízes e folhas secas (opcional). Substrato arenoso e escuro realça ainda mais suas cores.

Comportamento & Compatibilidade: Espécie de comportamento pacífico podendo ser mantido em aquário comunitário com peixes de mesmo porte. Peixe gregário, será importante manter em cardume com pelo menos 10 espécimes para que mostrem seu comportamento natural e cores mais realçadas.

Alimentação: Onívoro. Se alimenta naturalmente de vermes, crustáceos e matéria vegetal. Em aquário aceitará prontamente alimentos secos e vivos.

Reprodução: Ovíparo. O macho conduzirá a fêmea liberar os ovos livremente, que serão fecundados e sua maioria irá para o fundo do aquário ou ficarão a deriva. Eclodem em até três dias e larvas estarão nadando livremente em até 48h. Pais não exibem cuidado parental.

Dimorfismo Sexual: Machos são ligeiramente menores e possuem corpo retilíneo, enquanto fêmeas corpo de forma mais roliça.

Biótopo: Ocorre quase exclusivamente em igarapés amazônicos. Tal habitat é tipicamente sombreado por densa vegetação florestal ou ribeirinha, contém água com substrato arenoso ou lamoso e raízes de árvores ou caídos. A vegetação aquática geralmente está ausente.

Etimologia: Hyphessobrycon; do grego hyphesson, que significa de menor estatura + grego bryko = morder, mordedor. Heterorhabdus, do grego antigo héteros, que significa ‘outro, diferente’, e rhábdos, que significa ‘vara, varinha’. Possivelmente em referência à faixa lateral escura no corpo, o personagem principal usado pelo autor para distingui-lo de Tetragonopterus (atualmente Hemigrammus) schmardae, com o qual foi considerado intimamente relacionado na época.

Sinônimos: Tetragonopterus heterorhabdus

Informações adicionais: Endêmico da bacia do rio Amazonas no Brasil e Colômbia. No Brasil é encontrado nos estados do Pará e Maranhão.

Apresenta corpo comprimido lateralmente e a parte inferior é preta acastanhada a prata, enquanto a barriga é prateada. Uma faixa preta se estende desde a brânquia até o pedúnculo caudal. Na parte superior possui uma listra iridescente esverdeada a amarela e outra listra na cor laranja/vermelha.

Pode ser confundido com Hyphessobrycon amapaensis, entretanto a listra preta presente em H. heterorhabdus sob a listra vermelha/laranja acompanha toda a linha lateral de seu corpo.

Referências:

  • Lima, F.C.T., L.R. Malabarba, P.A. Buckup, J.F. Pezzi da Silva, R.P. Vari, A. Harold, R. Benine, O.T. Oyakawa, C.S. Pavanelli, N.A. Menezes, C.A.S. Lucena, M.C.S.L. Malabarba, Z.M.S. Lucena, R.E. Reis, F. Langeani, C. Moreira et al. …, 2003. Genera Incertae Sedis in Characidae. p. 106-168. In R.E. Reis, S.O. Kullander and C.J. Ferraris, Jr. (eds.) Checklist of the Freshwater Fishes of South and Central America. Porto Alegre: EDIPUCRS, Brasil.
  • Mills, D. and G. Vevers, 1989. The Tetra encyclopedia of freshwater tropical aquarium fishes. Tetra Press, New Jersey.
  • Bertaco, V.A. and L.R. Malabarba, 2007. A new species of Hasemania from the Upper Rio Tapajós drainage, Brazil (Teleostei: Characiformes: Characidae). Copeia

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Agosto/2018
Colaboradores (collaboration): –

Sobre Edson Rechi 769 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*