Peixe Tigre Gigante (Hydrocynus goliath)

Hydrocynus goliath (Boulenger, 1898)

Ficha Técnica

Ordem: Characiformes — Família: Alestidae (Alestídeos)

Nomes Comuns: Peixe Tigre Gigante — Inglês: Giant tigerfish, Goliath tigerfish

Distribuição: África, bacia do rio Congo

Tamanho Adulto: 210 cm (comum 150 cm)

Expectativa de Vida: desconhecido

Comportamento: predador, agressivo

pH: 6.5 a 7.5 — Dureza: 10 a 25

Temperatura: 23°C a 28°C

Distribuição e habitat

Encontrado na bacia do rio Congo, incluindo o rio Lualaba e o lago Upemba e o lago Tanganyika.

Um estudo publicado em 2011 revelou vários clados nesta região, sugerindo uma maior riqueza de espécies de peixes-tigres do que tradicionalmente reconhecido. Se confirmado, isso restringiria H. goliath à Bacia do Rio Congo. Quatro espécies adicionais (H. vittatus e três espécies não descritas) parecem estar presentes nesta Bacia, enquanto duas (H. vittatus e uma espécie não descrita) parecem estar presentes no lago Tanganyika.

São peixes migratórios que vivem em águas abertas.

Espécime exposto em Aquarium tropical du Palais (Paris)

Descrição

Espécie altamente predadora com dentes grandes que se encaixam em sulcos distintos ao longo de suas mandíbulas. Seu tamanho adulto é divergente, espécimes capturados normalmente medem até 150 cm e pouco mais de 50 quilos, porém existem relatos de espécimes capturados com até 200 cm.

Várias espécies pertencentes ao gênero Hydrocynus da família Alestidae são referidos como “Peixe-Tigre”, e são particularmente valorizados como peixes de pesca esportiva. Estes peixes são encontrados em muitos rios e lagos do continente africano e são ferozes predadores com distintivos que são dentes proporcionalmente grandes.

A lendária ferocidade do Peixe Tigre é complementada por um saco cheio de gás em seu corpo que age como um receptor de som sofisticado. O saco permite que o Peixe Tigre detecte vibrações na água aberta. Jovens em grandes números muitas vezes atacam a fonte dos sons ou vibrações e, portanto, animais de quase qualquer tamanho, incluindo grandes animais em seu próprio território.

Adultos tendem a viajar em grupos pequenos de até quatro ou cinco indivíduos e são igualmente perigosos.

A espécie tem sido conhecida por atacar seres humanos, especialmente crianças na água rasa. Os ataques podem ser devastadores, como táticas de caça do animal agressivo em grupo podem tornar vítimas indefesas. Mortes decorrentes de ataques foram registradas em vários países, principalmente no Congo.

Hydrocynus goliath, 235 mm – Ubundu, Province Orientale, D.R. Congo

Criação em Aquário

Não é considerado um peixe ornamental, sendo mais apreciado na pesca esportiva. Ideal criá-lo em lagos ou grandes tanques, se trata de uma espécie bastante ativa e que atinge grande tamanho.

Hipoteticamente um aquário com cerca de 15.000 litros seria requerido para a criação da espécie, com sistema de filtragem bem dimensionado criando um fluxo lótico. A decoração do aquário é indiferente.

Comportamento

Seu comportamento é agressivo e predador, comendo praticamente qualquer peixe que seja mantido junto. Incluindo seus congêneres.

Reprodução

Ovíparo. Sua reprodução é desconhecida, sabe-se que realiza migrações.

Dimorfismo Sexual

Desconhecido.

Alimentação

Píscivoro. Em seu ambiente natural de alimenta-se de qualquer peixe que possa dominar, incluindo membros pequenos da mesma espécie.

Ao caçar, este peixe usa os redemoinhos mais calmos das corredeiras para emboscar suas presas, usando sua visão e audiência para detectar presas. Quando um alvo é notado, o peixe acelera para persegui-lo.

Quando o alimento é escasso ou a competição por alimento é grande demais, o Peixe Tigre pode recorrer ao canibalismo; isto é particularmente comum na estação seca.

Em cativeiro existem fontes indicando que só aceitam alimentos vivos, porém aceitará alimentos mortos sem maiores dificuldades como filé de peixes, camarões, minhocas, entre outros.

EtimologiaHydrocynus:, hydr (grego) = água + , kyon (grego) = cachorro

Goliath = Golias

Sinônimos: Hydrocyon vittiger, Hydrocyon vittatus, Hydrocyon goliath

Referências

  1. Robins, C.R., R.M. Bailey, C.E. Bond, J.R. Brooker, E.A. Lachner, R.N. Lea and W.B. Scott, 1991. World fishes important to North Americans. Exclusive of species from the continental waters of the United States and Canada. Am. Fish. Soc. Spec. Publ.
  2. Crawford, R., 1993. World record game fishes 1993. The International Game Fish Association, Pompano Beach, Florida.
  3. Mwape, L.M., 2003. Bemba local names of lake fishes in northern Zambia. p. 246-249. In M.L.D. Palomares, B. Samb, T. Diouf, J.M. Vakily and D. Pauly (eds.) Fish biodiversity: local studies as basis for global inferences. ACP-EU Fish. Res. Rep.

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Fevereiro/2018
Colaboradores (collaboration): –

Sobre Edson Rechi 706 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*