Green Terror (Andinoacara rivulatus)

 

Andinoacara-rivulatus

Andinoacara rivulatus (Günther, 1860)

Nome Popular: Green Terror — Inglês: Gold saum, Green Terror

Família: Cichlidae (Ciclídeos)

Origem: América do Sul; costa do Pacífico a partir do rio Esmeraldas, no Equador até Rio Tumbes, no Peru.

Tamanho Adulto: 30 cm (comum: 20 cm)

Expectativa de Vida: 8 anos

Temperamento: Variável

Aquário Mínimo: 100 cm X 40 cm X 50 cm (200 L)

Temperatura: 24°C a 30°C

pH: 6.5 a 8.o – Dureza: 10 a 25

Andinoacara-rivulatus2

Visão Geral

Habita águas costeiras, incluindo córregos e rios. Anteriormente classificado como Aequidens rivulatus.

Espécie bastante comum no aquarismo e conhecido pela sua robustez, além do seu apelo estético bastante chamativo. Tais características o torna ideal para aquaristas iniciantes ou entusiastas que querem ter um peixe de forte personalidade e de cores chamativas.

Aquário & Comportamento

Melhor mantido sozinho ou com outros ciclídeos e peixes de mesmo porte. Considere aquário de duzentos litros para manter um único espécime ou um casal formado. Para aquário comunitário considere 350 litros ou mais.

O aquário deverá possuir preferencialmente substrato arenoso, além de enfeites formado por troncos e rochas para potencializar desovas ou demarcarem território. Plantas rusticas podem ser utilizadas.

Embora seu nome indique se tratar de um peixe agressivo, seu comportamento é bastante variável e indivíduos pacíficos podem ser observados. Pode se tornar agressivo principalmente se mantido em aquário de pequeno porte ou em época de reprodução. É uma espécie em que a sua personalidade não pode ser menosprezada. 

Reprodução & Dimorfismo Sexual

Ovíparo. Fêmea escolhe superfície plana, normalmente em rochas ou folhas, para depositar os ovos. Depois de fertilizados (200 + ovos), eclodem em três dias. Macho costuma ficar bastante agressivo neste período expulsando potenciais invasores do território enquanto a fêmea cuidará dos alevinos.

A diferença de tamanho entre macho e fêmea é significativa e a nadadeira dorsal e anal é mais alongada e pontiaguda nos machos. Apesar de ambos os sexos apresentarem um padrão e cores muito idênticas, nos machos estas características são levemente mais realçadas.

Alimentação

Onívoro. Em seu ambiente natural se alimentam de pequenos invertebrados e insetos, secundariamente pequenos peixes. Em aquário aceitará prontamente alimentos secos e vivos. São havidos devoradores de caramujos.

Etimologia: —

Andinoacara-rivulatus3

Referências

  1. Wijkmark, N., S.O. Kullander and R.E. Barriga Salazar, 2012. Andinoacara blombergi, a new species from the río Esmeraldas basin in Ecuador and a review of A. rivulatus (Teleostei: Cichlidae). Ichthyol. Explor. Freshwat. 23(2):117-137.
  2. Stawikowski, R. and U. Werner, 1998. Die Buntbarsche Amerikas, Band 1. Verlag Eugen Ulmer, Stuttgart, Germany, 540 p.
  3. Ortega, H. and R.P. Vari, 1986. Annotated checklist of the freshwater fishes of Peru. Smithson. Contrib. Zool. (437):1-25.
  4. Kullander, S.O., 2003. Cichlidae (Cichlids). p. 605-654. In R.E. Reis, S.O. Kullander and C.J. Ferraris, Jr. (eds.) Checklist of the Freshwater Fishes of South and Central America. Porto Alegre: EDIPUCRS, Brasil.
  5. Riehl, R. and H.A. Baensch, 1991. Aquarien Atlas. Band. 1. Melle: Mergus, Verlag für Natur-und Heimtierkunde, Germany. 992 p.
  6. Andinoacara rivulatus em Ciclideos.com por Marco D’Oliveira Monteiro

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Julho/2016
Colaboradores (collaboration): –

Sobre Edson Rechi 769 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

14 Comentário

  1. bom dia gostaria de saber a respeito da criação dos alevinos pois ai não foi detalhado e eu preciso saber porque os meus não vão para frente morrem toddos.
    deixa no aquarios os pais os comem .
    coloco num separados morrem.
    como reproduzilos.

     
  2. Boa Noite, A fêmea desovar, a pós a desova o macho começa a fecundado os ovos, nisso eu deixei no aquário com eles a um dia e dês de quando ela desolvou, depois eu tiro os ovos e colocar separado que leva uns 3 dias para eles começarem mexe, e agora só aguardar o crescimento… Com Oxigênio e Termostato 27 a 28 graus

     
  3. Boa noite é o meu primeiro Gt gostaria de saber porque ele está perdendo a cor, ele está se alimentando normal porém agora à noite percebi que ele está meio acuado no canto e sem as cores vivas dele, inclusive sem a bola preta no meio dele ….

     
  4. Boa tarde tenho GT comprei como casal e mais menos agora os meus 2 maiores estão botando ovos no canto do substrato já estou no segundo episodio desse processo de colocar ovos mas eles tem todas as características de Macho.

     

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*