Rostratus (Fossorochromis rostratus)

 

Fossorochromis rostratus (Boulenger, 1899)

Foto: Blue Grass Aquatics (c)

Nome Popular: Rostratus

Ordem: Perciformes — Família: Cichlidae (Ciclídeos)

Distribuição: Lago Malawi

Tamanho Adulto: 35 cm

Expectativa de Vida: 8 anos +

pH: 7.8 a 8.6 — Dureza: –

Temperatura: 24°C a 28°C

Aquário Mínimo: 150 cm comprimento X 50 cm largura — Para manter um harém com um macho e diversas fêmeas considere aquário com pelo menos 150 cm de comprimento, para aquário comunitário mínimo de 200 cm. O aquário para a espécie, assim como para a maioria dos ciclídeos africanos, deverá conter inúmeras rochas formando um paredão rochoso para se refugiarem e demarcarem território. Deixe algum espaço livre para nadarem.

Comportamento & Compatibilidade: Apesar de seu tamanho grande comparado com outros ciclídeos africanos não é uma espécie agressiva, exceto em época de reprodução.

Alimentação: Carnívoro. Em seu ambiente natural se alimenta de invertebrados encontrados no substrato e quando o plâncton é abundante também se alimenta destes pequenos organismos. Em aquário aceitará prontamente alimentos secos e vivos.

Reprodução: Ovíparo. O acasalamento ocorre num local escolhido previamente pelo casal e o macho atrai a fêmea num ritual de movimentos. A fêmea depositará os ovos no solo e o macho fertilizará em seguida. Incubadores bucais, a fêmea guardará os ovos na boca até que eclodam e estejam nadando livremente.

Dimorfismo Sexual: Machos dominantes apresentam por todo o corpo um azul-escuro iridescente, com a cabeça e a zona ventral negras e as nadadeiras azuis. Machos não dominantes e fêmeas apresentam coloração creme por todo corpo e apresentam cerca de 8 manchas arredondadas negras em sua linha lateral.

Biótopo: Ocorre em regiões arenosas, em águas abertas e nas proximidades de zonas rochosa.

Etimologia: Latim, fóssil, fossoris = escavador, adaptado para escavação + grego, chromis = um peixe.

Sinônimos: Haplochromis macrorhynchus, Haplochromis rostratus, Cyrtocara rostrata, Tilapia rostrata

Informações adicionais: Observado que esta espécie pode ser encontrada em grande cardume de até 50 espécimes, com um único macho dominante com cores de reprodução. Sua atividade primária é dedicada a procura de alimentos em zonas arenosas, sifonando grande quantidade de areia.

Devido à sua grande facilidade em levantar sedimento, outras espécies de Haplochromideos são observados a segui-los e a aproveitarem-se das suas intensas atividades alimentares. As espécies Cyrtocara moorii e Protomelas annectens são as diretamente mais beneficiadas. (fonte: ciclídeos.com)

Quando ameaçados têm o instinto, de num mergulho súbito, se enterrar na areia, onde desaparecem por completo.

Pertence a um grupo conhecido comumente como ciclídeos pavões (Peacock cichlid) ou Haps. Como todo ciclídeo pavão, possui coloração extraordinária que só é demonstrada após cerca de um a dois anos de vida.

Referências:

  • Maréchal, C., 1991. Protomelas. p. 387-393. In J. Daget, J.-P. Gosse, G.G. Teugels and D.F.E. Thys van den Audenaerde (eds.) Check-list of the freshwater fishes of Africa (CLOFFA). ISNB, Brussels; MRAC, Tervuren; and ORSTOM, Paris.
  • Konings, A., 1990. Ad Konings’s book of cichlids and all the other fishes of Lake Malawi. T.F.H. Publications, Inc.
  • Texto parcial obtido em Comunidade Ciclídeos.com

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Setembro/2020
Colaboradores (collaboration): —

Sobre Edson Rechi 831 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*