Filtro UV (aquário)

Autor: Renato Moterani

uv-filter

Bom, na verdade quando falamos em “filtros UV”, não falamos de um filtro verdadeiro, mas sim de um aparelho para esterilização da água através de ação física.

Eles nada mais são do que uma câmara onde a água passa e fica em contato com radiação UV produzida por uma lâmpada especial.

É usado há bastante tempo em aquários e lagos pelo mundo a fora, mas seu funcionamento é em muitos casos mal interpretado, o que prejudica seu funcionamento.

O filtro UV foi criado para eliminar de forma rápida e prática, as algas verdes que proliferam em aquários e lagos e deixam a água com aspecto ruim.

Mas ele pode também ser utilizado para eliminar micro-organismos patogênicos presentes na água.

Ai começa a confusão…

A imensa maioria das pessoas acredita que um UV de 8 watts vai esterilizar completamente a água do seu aquário de 1.000 litros. Mas a verdade está bem distante disso.

Algas verdes são relativamente fáceis de matar, um UV de 8 ou 9 watts pode dar conta de 1.000 d’água. Mas quando se fala de outros organismos, a coisa é bem diferente.

A medida necessária para eliminar o organismo desejado é dada em Microwatts por segundo por centímetro quadrado, vejam abaixo os valores necessários para matar alguns desses micro-organismos:

Bactérias:

Bacillus anthracis 8.700
Bacillus megatherium sp (veg.) 2.500
Bacillus megatherium (esporos) 5.200
Bacillus paratyphosus 6.100
Bacillus subtilis (vários) 11.000
Bacillus subtilis (esporos) 22.000
Clostridium tetami 22.000
Corynebacterium, Difteria 6.500
Bacilos de desenteria 4.200
Eberthella yyphosa 4.100
Escherichia coli 6.600
Micrococcus candidus 12.300
Micrococcus piltonensis 15.000
Micrococcus sphaeroides 15.400
Mycobacterium tuberculosis 10.000
Neisseria catarrhalis 8.500
Phytomonas tumefasciens 8.500
Proteus vulgaris 6.600
Pseudomonas aeruggenosa 10.500
Pseudomonas fluorescens 6.600
Salmonella 10.000
Samonella enteritides 7.600
Salmonella typhimurium 15.200
Sarcina lutea 26.400
Serratia marcescens 6.160
Shigilla paradysenterlae 3.400
Spirillum rubsum 6.160
Staphylococcus albus 5.700
Staphylococcus aureus 6.600
Streptococcus hemolyticus 5.500
Streptococcus lactis 8.800
Streptococcus viridans 3.800
Saccharomyces ellipsoideus 13.200
Saccharomyces Sp. 17.600
Saccharomyces cerevisiae 13.200
Esporos de Bolor Penicillum roqueforti 26.400
Penicullum expansum 22.000
Penicillum digitatum 88.000
Aspergilus glaucus 88.000
Aspergilus flavus 330.000
Rhisopus nigricans 220.000
Mucor racemosus A 35.200
Mucor racemosus B 35.200
Oospora lactis 11.000

Vírus

Bacteriófagos (E. coli) 6.600
Mosaico do Tabaco 440.000
Influenza 6.800

Protozoários

Parameium 200.000
Icthtyosphtirius livre nadante (ciliados de água doce) 400.000
Icthtyosphtirius no peixe (água doce) 1.717.200
Oodinum ocellatum livre nadante (marinho) 35.000
Cryptocaryon irritans livre nadante(marinho) 800.000

Outros

Ovos de nematóides 92.000
Clhorella vulgaris (microalga) 22.000
Fungos 45.000

Ok, lindos dados…todos em grego né?

Para simplificar e facilitar a vida, vamos assumir um valor de 60.000 Mw/S/cm² como um valor capaz de eliminar a grande maioria dos micro-organismos patogênicos

Então vamos ver como calcular a potência correta de um UV para ter eficiência na esterilização…

Em primeiro lugar, é preciso determinar a potência da bomba a ser usada, para ter eficiência, é preciso que 99,9% da água do aquário passe pelo sistema no período de 12 horas, isso pode ser conseguido usando-se a seguinte fórmula:

V= Volume do aquário
B= Bomba

B= V/1,30434

Sendo assim, para um aquário de 840 litros teremos:
V=840
B=840/1,30434
B=645

Ou seja, para esse aquário vamos usar uma bomba de 650 litros/hora

Sabendo a potência da bomba, precisamos agora determinar a potência correta de UV para que a água fique em contato com uma quantidade suficiente de radiação UV para que os micro-organismos sejam eliminados.

O valor necessário para ter os 60.000 Mw/S/cm², é de 15 watts de UV por litro/hora da bomba.

Então, para o aquário em questão iremos precisar de:
Bomba de 650 L/H
UV = 650 /15
UV= 43,33

Assim, para ter realmente um UV eficiente , que consiga eliminar boa parte dos patógenos, será preciso uma bomba de 650 L/H com 45 watts de UV.

Agora, muita gente me pergunta por que os UVs industrializados são tão mais caros que os caseiros. Isso é fácil de explicar.

Os UVs caseiros são mais baratos porque não tem jaqueta de quartzo, isso nada mais é do que um tubo de cristal de quartzo que isola a lâmpada da água.
Isso é necessário porque a lâmpada precisa de uma temperatura específica para ter máxima eficiência (por volta de 40 graus), o ar que fica entre a jaqueta e a lâmpada permite que essa temperatura seja atingida.

Sem a jaqueta, a água do aquário resfria constantemente a lâmpada, que perde até 60% de sua eficácia. E essa jaqueta não pode ser de qualquer material, apenas o quartzo permite a passagem dos raios UV e esse material é muito caro, se for usado vidro comum, a perda de UV será maior do que se deixar sem proteção alguma para a lâmpada.

Via de regra, UVs caseiros não conseguem matar nada além das algas verdes, se quiser montar um UV caseiro, sem jaqueta, pode jogar 50% a mais de

UV na conta se realmente quiser efeito esterilizante.

Vai aqui um alerta, cuidado você que está pensando em montar um filtro desses em casa, radiação UV é perigosa e pode causar danos aos olhos, nunca olhe para uma lâmpada acesa e se for usar canos de PVC branco, tome o cuidado de pintar todas as partes de preto para evitar a fuga da luz, a claridade que se vê através do tubo também pode ser perigosa.

Mas, se quiserem saber minha opinião, pra uso em aquariofilia de pequena escala, o UV deve ser visto como um equipamento para erradicação de algas verdes, haja visto que as piores doenças que podemos enfrentar no hobby são causadas por organismos muito resistentes a radiação UV.

Retirei boa parte dessas informações de um artigo escrito por Marcelo Miksche em um fórum de aquarismo.

 

Sobre Renato Moterani 16 Artigos
Natural de São Paulo-SP, é aquarista desde 1986, na época foi a uma avicultura (não existia o termo Pet Shop..rs) e comprou um peixe chamado Oscar, colocou esse peixe junto dos neons e espada de seu irmão mais velho, duas semanas depois ganhou esse aquário do irmão, após todos os peixes serem devorados. É técnico contábil, Servidor Público estadual, trabalhando atualmente no Instituto Butantan, com produção e pesquisa sobre venenos de serpentes. Sempre mantendo peixes jumbo, se especializou na área e desde 2014 mantém o grupo Peixe Grande Aquarismo e a página de mesmo nome. Atualmente possui 4 aquários montados, o maior com 2.200 litros e o menor com 100.

5 Comentário

  1. Boa tarde, gostaria de saber quanto de UV é necessário para um tanque de 50m³ para criação de tilápia.
    Desde já agradeço a atenção.

  2. TENHO UM TANQUE DE PEIXES COM 400 MIL LITROS DE ÁGUA. QUAL O FILTRO UV NECESSÁRIO PARA ATACAR ALGAS E OUTROS ORGANISMOS? UM FILTRO DE PEDRAS, CARVÃO, LÁ, AJUDA?

  3. Boa tarde. Estou com uma infestação de valônias no meu aquário de 200 litros. Já tentei caranguejos mithraculus, mas os dois que eu tive morreram em pouco tempo. Vc acredita que um filtro UV pode ajudar? Obrigado

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*