Ciclídeo Papagaio

Nome Popular: Ciclídeo Papagaio — Inglês: Parrot Cichlid

Ordem: Perciformes — Família: Cichlidae (Ciclídeos)

Distribuição: —

Tamanho Adulto: 25 cm

Expectativa de Vida:  10  anos

pH: 6.6 a 8.0 — Dureza: —

Temperatura: 22°C a 28°C

Aquário Mínimo: 100 cm de comprimento X 40 cm de largura — considere um aquário deste porte para um casal formado ou pet fish. A decoração do aquário é indiferente, uma vez que o peixe irá redecorar o aquário da forma que achar conveniente removendo o substrato, rochas e raízes.

Comportamento & Compatibilidade: No geral costumam ser pacíficos, porém seu comportamento pode variar de acordo com o indivíduo e situação. Quando mantidos em pouco espaço ou durante a época de reprodução se tornam agressivos e territorialistas. Pode ser criado em aquário comunitário com peixes de mesmo porte e natação ativa.

Alimentação: Onívoro, estes peixes costumam comer qualquer coisa que possam caber em suas bocas, são bastante ativos. Eles gostam especialmente de alimentos liofilizados, congelados e vivos. Alimentos vivos devem ser fornecidos ocasionalmente. Como uma dieta básica, você pode alimentá-los com flocos ou pellets de alta qualidade formulados para ciclídeos.

Reprodução: Ovíparo. Machos geralmente são inférteis, embora algumas fazendas de criação começaram a injetar hormônios para aumentar a fertilidade. O ritual de reprodução é similar a maioria dos ciclídeos. Distribuem ovos adesivos em superfícies planas de rochas, raízes ou plantas, que eclodem em até três dias, larvas nadam livremente em cerca de cinco dias. Pais cuidam dos alevinos por algumas semanas.

Dimorfismo Sexual: Difícil de identificar, a fêmea normalmente possui o ventre mais roliço.

Biótopo: Não ocorre naturalmente.

Etimologia: não possui.

Sinônimos: não possui.

Informações adicionais: O ciclídeo Papagaio é um peixe híbrido obtido entre o cruzamento dos ciclídeos Vieja melanurus (Red head cichlid) e Amphilophus citrinellus (Midas cichlid). Há rumores controversos sobre a inclusão de outro ciclídeo, Heros severus.

O peixe foi criado em Taiwan por volta de 1986 e apesar de sua origem controversa e várias deformidades anatômicas, existe controvérsia sobre a ética da criação do papagaio, rapidamente se tornaram populares no aquarismo devido seu temperamento e capacidade de viver em aquário comunitário.

Como resultado da hibridação das espécies progenitoras os peixes apresentam várias deformidades anatômicas, incluindo uma boca em forma de bico que não pode fechar completamente, compensando o esmagando dos  alimentos com os músculos da garganta, a nuca deformada e vértebras comprimidas. Recentemente espécimes foram seletivamente criados para conseguir fechar a boca. Algumas variedades podem apresentar a vesícula natatória deformada, tornando sua natação desengonçada e inábil.

Existe uma grande variedade de cores e formatos, normalmente apresentam cor laranja, vermelho, amarelo ou cinza. Outras cores podem ser obtidas com o tingimento do peixe, além de espécimes tatuados. As cores injetadas (tingimento), além das tatuagens, acabarão sumindo com o tempo. Esta prática diminui drasticamente a expetativa de vida do animal, além de haver milhares de perdas durante o processo. Tal prática deve ser totalmente abolida do aquarismo e não deve encorajada, sendo assim NUNCA adquira espécimes nestas condições.

Outras modificações anatômicas podem ocorrer como o corte da cauda enquanto juvenil, o que faz com que o peixe cresça e seu corpo apresente um formato de coração e seja geralmente vendido sob o nome comercial de “Papagaio Coração”. Esta modificação traz severos problemas com a natação do peixe. Esta prática, assim como qualquer outra mutiladora, também deve ser desencorajada e abolida do aquarismo.

Existem outras inúmeras variedades, como o Papagaio King kong, que normalmente variam na cor vermelho para amarelo. Eles têm bocas completamente funcionais com menos deformidade nucal e crescem mais. Eles normalmente são mais valiosos do que os papagaios mais comuns.

Seu nome comum, Peixe Papagaio, é atribuído a outras espécies de peixes, incluindo um ciclídeo sul-americano (Hoplarchus psittacus) e outro da América central (Hypsophrys nicaraguensis), além de cerca de oitenta espécies de peixes marinhos do gênero Sparisoma.

Referências:

Referências

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Junho/2018
Colaboradores (collaboration): –

Sobre Edson Rechi 661 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*