Camboatá (Callichthys callichthys)

 
Callichthys callichthys (Linnaeus, 1758)

Ficha Técnica

Ordem: Siluriformes — Família: Callichthyidae (Calictídeos)

Nomes Comuns: Camboatá — Inglês: Armored catfish

Distribuição: América do Sul, presente desde Trinidade e Tobago até o norte de Buenos Aires

Tamanho Adulto: 18 cm

Expectativa de Vida: 10 anos +

Comportamento: pacífico, gregário

pH: 6.0 a 8.0 — Dureza: 10 a 25

Temperatura: 18°C a 28°C

Distribuição e habitat

Presente na maioria dos rios sul americanos, principalmente no Brasil, Venezuela, Peru, Bolívia e Paraguai. Encontrado em rios costeiros da Guiana, no Orinoco, Bacia do Prata, Paraná e Paraguai.

Ocorre em ambientes extremos, desde condições anóxicas (zonas de águas limitadas por vegetação densa) a correntes ligeiramente turvas de fluxo livre. Quando o biótopo se torna seco, ele pode sair da água, devido à sua capacidade de respiração acessória, a fim de encontrar outro ambiente aquático.

Descrição

O tambuatá (ou tamuatá, nome de origem tupi), possui o corpo revestido por duas séries de pequenas placas ósseas verticais e são capazes de construir ninhos flutuantes, uma vez que podem respirar fora d’água durante curtos períodos de tempo.

Conhecido popularmente por inúmeros nomes como Camboatá, Cascudo do Mato, Soldado, Tamatá, Tambuatá, Tamoatá, Tamuata e Cascarudo, entre outros nomes.

Criação em Aquário

Aquário com dimensões mínimas de 100 cm de comprimento e 40 cm de largura desejável.

Prefere um aquário bem sombreado. Plantas flutuantes e plantas altas de folhas largas são aceitáveis. Eles também gostam de rochas formando refúgios.

Comportamento

Espécie pacífica e de comportamento gregário, que pode ser mantido em aquário comunitário com peixes de médio porte e pacíficos.

Ficam melhores quando mantidos em grupos de pelo menos seis indivíduos.

Espécime macho em época de reprodução

Reprodução

Ovíparo. O macho constrói um ninho de bolhas com saliva misturada a algumas plantas flutuantes, protegendo-o fortemente depois que a fêmea deposita seus ovos. Ovos eclodem em 4 a 6 dias, quando não haverá mais cuidado paternal.

Dimorfismo Sexual

Durante a reprodução, a barriga do macho fica laranja e suas espinhas peitorais se tornam mais longas e grossas.

Alimentação

Onívoro. Em seu ambiente natural se alimenta de peixes, insetos e matéria vegetal. Os juvenis alimentam-se de rotíferos, além dos micro-crustáceos e larvas de insetos aquáticos que encontram ao cavar no substrato.

Em aquário aceitará prontamente alimentos secos e vivos, devendo ser fornecido preferencialmente no período noturno.

Etimologia: 

Callichthys: kalos, kallos (grego) = belo + ichthys (grego) = peixe

Sinônimos: Silurus callichthys, Calichthys callichthys, Callichthys asper, Cataphractus depressus, Callichthys asper, Callichthys caelatus, Callichthys laeviceps, Callichthys loricatus, Callichthys kneri, Callichthys tamoata, Callichthys affinis, Callichthys hemiphractus, Callichthys arcifer, Callichthys callichthys bolteni, Callichthys callichthys demararae.

Referências

  1. Britski, H.A., K.Z. de S> de Silimon and B.S. Lopes, 2007. Peixes do Pantanal: manual de identificaçäo, 2 ed. re. ampl. Brasília, DF: Embrapa Informaçäo Tecnológica, 227 p.
  2. Burgess, W.E., 1989. An atlas of freshwater and marine catfishes. A preliminary survey of the Siluriformes. T.F.H. Publications, Inc., Neptune City, New Jersey (USA). 784 p.
  3. Kenny, J.S., 1995. Views from the bridge: a memoir on the freshwater fishes of Trinidad. Julian S. Kenny, Maracas, St. Joseph, Trinidad and Tobago. 98 p.
  4. Mills, D. and G. Vevers, 1989. The Tetra encyclopedia of freshwater tropical aquarium fishes. Tetra Press, New Jersey. 208 p.
  5. Romero, P., 2002. An etymological dictionary of taxonomy. Madrid, unpublished.
  6. Planet Catfish

 

Ficha por (Entered by): Edson Rechi — Abril/2017
Colaboradores (collaboration): –

Sobre Edson Rechi 769 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

4 Comentário

  1. Ola! tudo bem com voces? Eu tenho um cascudo camboja em meu aquario,e reparei que ele perdeu os bigodes,ele continua muito ativo no aquario,junto com carpas e kinguios,mas me preocupei com a perda dos bigodes.Sera que alguem sabe me explicar o motivo? ph da agua esta em 7.2
    Muito obrigado

     
  2. Olá! obrigado Edson Rechi.
    Na verdade no meu aquario uso cascalho de rio,tambem cheguei a achar que fosse por esse motivo,mas fiquei na duvida,pois tenho o animal a um ano e meio e sempre usei o cascalho e so agora ele perdeu os bigodes,mas vou ver se modifico o cascalho e coloco areia,pelo menos em parte do aquario.
    Mais uma vez,muito obrigado.

     

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*