Ciência cria primeiro animal artificial

Trata-se de uma arraia gerada na Escola de Engenharia e Ciências Aplicadas, na universidade de Harvard

raia-artificial4a

Cientistas conseguiram criar o primeiro animal artificial. Trata-se de uma arraia gerada na Escola de Engenharia e Ciências Aplicadas, na universidade de Harvard. Confira os detalhes dessa nova criatura.

raia-artificial

O bicho que você vê na foto é uma arraia artificial. A arraia foi gerada na Escola de Engenharia e Ciências Aplicadas, na universidade de Harvard, nos EUA.

O pai do animal-robô é Kit Kevin Parker, professor de Bioengenharia e Física Aplicada que pesquisa como construir um coração humano. A criação de Harvard é um pouco menor que uma arraia normal, e tem o corpo de borracha, feito em impressora 3D.

O corpo recebeu o reforço de um esqueleto dourado, também impresso em 3D, que funciona como a cartilagem do ‘bicho’.

raia-artificial3

A razão de existir do animal-robô é que ele responde à luz. Para simular a resposta do animal-robô à claridade, uma equipe de geneticistas pegou células do coração de ratos que se contraem na presença de luz, e espalhou o material pelo corpo.

A criatura se saiu bem nos testes: conseguiu percorrer um trajeto 15 vezes o seu tamanho, se desviando de obstáculos graças à sua resposta aos pulsos de luz emitido por eles.

Por que os testes e pra que serve tudo isso: o aprimoramento de biohíbridos (termo técnico do animal-robô) pode levar à criação de outros tipos de seres, para diferentes funções.

raia-artificial2

A grande aposta é que este tipo de tecnologia cause avanços na medicina e no modo como tratamos certas doenças atualmente.

No futuro, por exemplo, pode ser que haja minhocas artificiais com sensores capazes de detectar e comer células que causam câncer.

Fonte: Yahoo Notícias

Notícia publicada em 10/08/2016

Sobre Edson Rechi 638 Artigos

Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*