Como Tratar Areia de Construção

Autor: Mateus Camboim

Uma alternativa viável e que resulta em um efeito muito bonito e natural é o uso de areia de construção como substrato de aquários ornamentais.

Variando os tradicionais cascalhos de várias granulometrias (conhecido também como “areião”) e também a areia de filtro de piscina, o uso de areia de construção sempre é uma boa alternativa: é um substrato muito acessível, barato e seu tratamento pode ser feito por qualquer aquarista, do iniciante ao mais experiente, e sem erros.

Seu efeito natural é inegável, proporcionando uma aparência única aos aquários que a usam. Perfeito para biótopos, temáticos ou montagens que inspirem a algum ambiente selvagem. De aparência mais escura, variando em vários tons de caramelo, bem como na sua granulometria, que pode ser da mais fina até a mais grossa, com alguns pedriscos, satisfazendo os gostos de diferentes aquaristas. De todas as formas, permitem um bom enraizamento das plantas; um bom isolante de alguma camada fértil (mais eficiente que o uso de cascalho); perfeito para peixes de fundo, com a boca virada para baixo e com barbilhões, pois costuma ser macia e muito raramente causa qualquer ferimentos (peixes como Corydoras por exemplo são muito beneficiados nesse ponto) e pra os que se enterram, como Dojôs e Banjos.

A areia de construção também facilita as manutenções básicas do aquário: na hora de realizar sifonagens, como a sujeita não penetra no substrato, ficando acumulada acima dele, basta aspirar os detritos apenas superficialmente, sem precisar remexer a areia. Pelo mesmo motivo sempre fica evidente a hora de sifonar, pois não existe lugar para “camuflar” a sujeira, evitando possíveis picos de amônia ou nitrito.

O processo de tratamento de areia de construção é muito fácil. Você pode adquirir sacos de areia pré-peneirada, por um preço vem acessível (aproximadamente R$5,00 cada 20 quilos) ou então conseguir certa quantia em alguma construção perto de casa.

areia00
Areia de construção sem tratamento, com grãos de diferentes tamanhos

Primeiramente devemos peneirá-la, para separar os pedriscos maiores dos menores. Se ela estiver totalmente seca fica mais fácil, mas se estiver úmida não passará pela malha da peneira, por isso um recurso interessante é peneirá-la com a peneira parcialmente mergulhada em água.

Peneirar a areia dentro d’água é útil quando ela está úmida e não passa pela malha da peneira
Peneirar a areia dentro d’água é útil quando ela está úmida e não passa pela malha da peneira

Após, basta ir esfregando a areia com as mãos e trocando a água, repetindo esse processo até que a água ganhe uma visibilidade considerável. Não existe agora a necessidade de lavar até a água ficar cristalina, pois ela será fervida posteriormente.

areia02
Lavar a areia até a água ficar mais limpa, mas não precisa ficar cristalina agora

Nessas lavagens a areia mais particulada, mais fina lembrando um talco é eliminada. O que é interessante, pois ela costuma compactar mais rapidamente.

Após essas lavagens, deve-se ferver a areia por um período aproximado de 30 minutos para matar microrganismos que possam fazer mal aos peixes do aquário. Tais seres poderiam morrer dentro do tanque, entrando em decomposição e desequilibrando o sistema, ou até mesmo transmitir alguma doença.

areia03
Ferver por 30 minutos para eliminar organismos que poderiam transmitir doenças.

Durante a fervura, alguns grão de terra ou poeira, que nãos e desmancharam nas lavagens iniciais, costumam desfazer-se agora. Por isso a água fica turva novamente. Então, devemos esperar esfriar muito bem – tenha cuidado, pois a areia esfria em cima mas fica muito quente em baixo – para voltarmos a lavar novamente, mas desta vez até a água ficar completamente cristalina.

areia04
Lavar até a água ficar completamente transparente.

Para garantir uma limpeza ainda mais profunda, pode-se colocar a areia em uma mistura de 50% de água mais 50% de cloro ativo, por 24 horas. Após, lavar muito bem com água corrente e colocar algum anti-cloro de boa qualidade em uma medida três vezes maior que o recomendado. Medir o nível de cloro, se estiver presente, repetir as lavagens e a dosagem de anti-cloro (ou condicionador), até que a areia fique livre dessa substância. Esse tratamento é facultativo, caso nãos e sinta seguro apenas com a fervura.

areia05
Secar no forno ou ao sol caso não for usá-la de imediato

Agora a areia de construção já está pronta para ser usada como substrato em diferentes montagens. Se não for usar agora, pode-se secar tanto ao sol como no forno elétrico, armazenar e usar apenas futuramente.
Areia pronta para ser usada, limpa e seca.

Se desejar um substrato diferente, bonito, prático, fácil de encontrar, barato e funcional, a areia de construção pode ser uma ótima escolha.

Artigo originalmente publicado no site Fórum Aquário.

Sobre Aquarismo Paulista 122 Artigos
Visamos o fortalecimento dos amantes deste hobby, para que possamos promover a divulgação do aquarismo responsável através de nosso grupo no Facebook e site, além de promover encontros e eventos relacionados. O foco do grupo Aquarismo Paulista é abranger todas as vertentes do aquarismo e aquaristas de todos os níveis.

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*