Peixe muda o seu cheiro para evitar predadores

 

Fonte: PFK England – Tradução Edson Rechi

OxymonacanthusLongirostrisSP

Uma matéria publicada na revista FlagShip, pesquisa biológica da Royal Society, descobriu que a espécie Oxymonacanthus longirostris pode alterar seu cheiro de acordo com o coral que consumiu.

“Para muitos animais a visão é menos importante do que o sentido do olfato”, diz o principal autor do estudo, Dr. Rohan Brooker, da Universidade James Cook.

“Muitos predadores dependem de odores para encontrar suas presas, alguns animais, mesmo visualmente camuflados, podem ser mais facilmente consumidos por predadores devido o cheiro de “alimento””, diz o Dr. Brooker.

O co-autor do estudo, Professor Philip Munday, diz que a capacidade de camuflar-se quimicamente é uma grande vantagem para os peixes.

Oxymonacanthus se abrigam entre as colônias de corais à noite, onde não só faz com que pareça um ramo coral, como também adquire seu cheiro, o que lhe permite permanecer sem ser detectado por predadores noturnos.”

Professor Munday diz que é um notável exemplo de como os animais podem ser adaptados a seus habitats.

A capacidade de camuflagem química ocorre em alguns invertebrados, mas esta é a primeira vez que este processo biológico foi descoberto em animais de ordem superior como os peixes.

“Isto é muito interessante, porque abre a possibilidade de uma ampla gama de diferentes animais também utilizar mecanismos semelhantes, bem debaixo dos nossos narizes”, diz Dr Brooker.

 

Sobre Aquarismo Paulista 95 Artigos
Visamos o fortalecimento dos amantes deste hobby, para que possamos promover a divulgação do aquarismo responsável através de nosso grupo no Facebook e site, além de promover encontros e eventos relacionados. O foco do grupo Aquarismo Paulista é abranger todas as vertentes do aquarismo e aquaristas de todos os níveis.