Peixe vive dentro de água-viva

Tim Samuel se deparou com o estranho acontecimento e a foto viralizou nas redes sociais

peixe-agua-viva
FOTO: REPRODUÇÃO/TIM SAMUEL/INSTAGRAM

Na última segunda-feira (7), o fotógrafo australiano Tim Samuel acordou com várias mensagens em seu telefone. O motivo? A foto acima, que havia viralizado nas redes sociais após ser publicada no Reddit.

Meses antes, enquanto mergulhava e fotografava a vida marinha na cidade de Byron Bay, na Austrália, se deparou com um peixinho preso dentro de uma água-viva. “Ele parecia estar completamente preso lá, como se tivesse conseguido nadar para dentro da água-viva sem querer e não conseguisse sair”, Samuel contou ao Australian Geographic. “O peixe conseguia impulsionar a água-viva para frente e controlar seus movimentos até um certo ponto, quando a água-viva tentava recuperar seu equilíbrio e começava a bambolear.”

FOTO: REPRODUÇÃO/TIM SAMUEL/INSTAGRAM
FOTO: REPRODUÇÃO/TIM SAMUEL/INSTAGRAM

O fotógrafo passou cerca de meia hora seguindo o animalzinho, e ficou em dúvida do que fazer. “Eu pensei em libertar o peixei porque me senti mal por ele, mas por fim decidi deixar a natureza tomar seu rumo, o que foi uma decisão difícil de tomar”, disse.

Samuel provavelmente escolheu a melhor opção. De acordo com o biólogo Ian Tibbetts, do Centro de Ciência Marinha da Universidade de Queensland, na Austrália, o peixe da foto parece ser da espécie xaréu, que por vezes busca abrigo dentro de alguns tipos de água-viva. “É difícil saber se o que aconteceu foi um desastre ou se o peixe está feliz ali dentro”, explica o biólogo.

Fonte: Revista Galileu

Publicado em 07/06/2016

Sobre Edson Rechi 578 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*