Venenoso, peixe-leão pode invadir o Mediterrâneo, alertam ambientalistas

A União Internacional para a Preservação da Natureza (UICN) disse que o peixe foi visto em águas próximas à Turquia e ao Chipre, no Mediterrâneo oriental

peixeleao-800x533

O peixe-leão (Pterois), uma espécie tropical com farpas venenosas e uma picada dolorosa que pode matar seres humanos em casos raros, está se espalhando no Mediterrâneo, alertou um grupo ambiental nesta segunda-feira (20).

A União Internacional para a Preservação da Natureza (UICN) disse que o peixe foi visto em águas próximas à Turquia e ao Chipre, no Mediterrâneo oriental. “Isso mostra que o peixe está se espalhando, e é motivo de preocupação”, disse à AFP Maria del Mar Otero, da UICN.

A espécie predadora e altamente invasiva é nativa do sul do Pacífico e do Oceano Índico. O contato com as suas farpas raramente é fatal para os humanos, mas pode causar dor extrema, vômitos e paralisia respiratória.

Ambientalistas temem que a chegada do peixe-leão no Mediterrâneo oriental possa dizimar outras espécies de peixes, com consequências para o resto do ambiente marinho da região.

Carlos Jimenez, biólogo marinho do Instituto Chipre, disse que a espécie “poderá ter um forte impacto negativo sobre os ecossistemas, assim como nas economias locais”.

Apesar das suas cores que chamam a atenção e seus movimentos lentos, nem os tubarões se atrevem a chegar perto do peixe-leão, deixando o caminho livre para que eles se alimentem e acabem com outras espécies que mantém as algas sob controle.

Sobre Edson Rechi 665 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*