Nova espécie de Cascudo do gênero Panaqolus descrita

Panaqolus claustellifer, descrita do rio Branco e seu afluente, rio Tacutu

Uma espécie nova de Panaqolus é descrita do rio Branco e seu afluente, rio Tacutu. A nova espécie é diagnosticada de suas congêneres pelo padrão de colorido composto por barras escuras e claras alternadas no corpo e nadadeiras, não formando máculas ou vermiculações nas nadadeiras (vs. sem barras no corpo em P. albomaculatus , P. nix , P. nocturnus , e P. koko , e vs. sem barras nas nadadeiras em P. albomaculatus , P. dentex , P. koko , e P. nix , e vs. máculas e vermiculações presentes em P. albivermis e P. maccus ).

Panaqolus-claustellifer-news

A nova espécie é diagnosticada das espécies de Panaqolus com barras pelo número e orientação das barras e pelo padrão de colorido cefálico, com as barras orientadas posterodorsalmente (vs. posteroventralmente em P. gnomus ), pela presença de cinco barras (n = 4) no tronco que não aumentam com o tamanho (vs. número aumentando com o tamanho em P. purusiensis e vs. 6-12 barras em P. changae ), e o padrão de colorido cefálico composto por linhas retas da margem posterior do olho à margem do focinho, dividida medianamente em indivíduos maiores (vs. linhas pequenas e vermiculadas em P. changae ).

Nos inferimos que a nova espécie originou-se ancestralmente no rio Amazonas, dispersando para o rio Tacutu após o Amazonas capturar parte do Proto-Berbice.

Mais informações confira o artigo A new species of Panaqolus (Siluriformes: Loricariidae) from the rio Branco (Milton Tan, Lesley S. de Souza, Jonathan W. Armbruster)

Sobre Edson Rechi 579 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*