AquaFAQ – Duvidas mais comuns

 

Dúvidas mais comuns relacionadas ao aquarismo.

Troca Parcial de Água. Pode ser de 20% por semana, 30% por quinzena ou até mensal. Serve para melhorar a qualidade da água. Retira-se no momento da sifonagem do fundo e repõe-se nova água com os mesmos parâmetros. Não há uma regra, pois ela é variável, encontre o momento e quantidade certos para o seu aquário.

Load More

Um indício de sua necessidade é o acúmulo de detritos no substrato. Ela varia conforme a relação quantidade de peixes, tamanho do aquário e sistema de filtragem. Pode ser semanal, quinzenal ou até mensal. Ache o período e a quantidade certos para seu aquário.

Load More

Sim, pois o cloro é prejudicial aos peixes. É um meio mais rápido. Existem condicionadores de água que, além de removerem o cloro, removem também metais pesados e aumentam a produção do muco protetor. Além de renderem muito mais do que o anti-cloro comum.

Load More

Vai de acordo com a necessidade. Podem ser usados, porém, é necessário avaliar os parâmetros do aquário, pois pode se tornar um trabalho inútil. Se o fizer, faça gradualmente para não causar choque nos parâmetros à fauna.

Load More

Apenas em situações emergenciais, pois, se a filtragem estiver correta, não há necessidade.

Load More

Sim, mas seria interessante a reposição com água deionizada ou tratada, pois a evaporação torna a água do aquário mais concentrada. Ou faça TPAs mais rotineiras no caso de evaporação constante e significativa.

Load More

Aguarde o final da ciclagem. Acompanhe-a através de testes e adicione os peixes aos poucos para não gerar um sobrecarga de resíduos.

Load More

Fauna é uma coisa muito particular. Veja os peixes que mais gosta, se são compatíveis entre si e com os parâmetros e o tamanho do seu aquário. Evite uma superpopulação em seu tanque e não misture espécies com diferentes exigências. Pesquise muito antes de escolhê-la. Lembre-se que os peixes irão crescer e cada espécie possui suas exigências individuais. Confira nosso atlas de peixes e analise os parâmetros se são compatíveis.

Load More

Analise se as exigências de cada espécie (ex. tipo de alimentação e parâmetro de água) são as mesmas ou próximas, bem como a necessidade de espaço e sociabilidade. A “famosa” regra de 1 cm de peixe para cada litro de água pode levar a sérios erros. Um peixe de 15 cm não deve ser colocado em um aquário de 15 litros. Use o bom senso.

Load More

Se possível sim. Consiste no isolamento total de um peixe recém adquirido para observação, evitando que transmita aos demais peixes alguma doença da qual possa ser portador.

Load More

Alguns peixes como carpas, kinguios e algumas espécies de killis suportam temperaturas mais baixas, já os tropicais, entre outros, necessitam de temperaturas mais elevadas. Vale ressaltar que o termostato evita a oscilação de temperatura que deixa os peixes mais vulneráveis a doenças. Verifique a faixa de temperatura que seus peixes necessitam!

Load More

Varia de acordo com a espécie. Peixes ornamentais de água fria toleram uma amplitude térmica grande e são bastante adaptáveis a diversos valores de temperatura, enquanto peixes tropicais não costumam tolerar temperaturas baixas. Regra geral para peixes tropicais o ideal é entre 24°C a 28°C.

Load More

Pode ser envenenamento por metais, amônia, medicações e CO² e aquecimento da água que diminui a quantidade de oxigênio. Verifique os parâmetros da água e analise o que está diferente no seu aquário. Considere a necessidade de uma TPA e oxigenação extra.

Load More

Se for montar um aquário plantado, deve ser rico em nutrientes! Se for para peixes que exigem pH alcalino, use substrato calcário. Fora isto, pode utilizar os neutros que mais te agradarem. Se não há exigências por plantas ou peixes, escolha pela estética.

Load More

Sobre Edson Rechi 803 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*