AquaFAQ – Alimentação

 

Dúvidas mais comuns relacionadas a alimentação de peixes em aquário.

Cada espécie possui um hábito alimentar e particularidade. A grosso modo seu hábito alimentar poderá ser: herbívoro, carnívoro, onívoro, detritívoro ou iliófago. Uma vez conhecido a predileção alimentar do peixe, forneça alimentos secos, vivos ou alternativos de acordo com suas exigências.

Load More

Existem rações específicas para as necessidades dos peixes. Escolha sempre de boa qualidade. Você vai economizar, pois, apesar de pagar mais caro, o aproveitamento dela pelo organismo do peixe será maior e ele se manterá saudável. Verifique em sua loja ou com pessoas que tenham o mesmo tipo de peixe que o seu qual a melhor opção.

Load More

Vai depender da necessidade. Podem ser utilizados para recuperação de peixes, adaptação ou até mesmo rotineiramente se o peixe não aceitar alimentos secos. Observe a procedência por serem uma porta para contaminações.

Load More

Não existe uma regra para ministrarmos uma quantidade exata de alimentos. Em geral, se possível  alimente seu peixe duas ou três vezes ao dia em pequenas porções que possam ser consumidas em menos de 5 minutos. Se notar que os peixes não mostram mais interesse pelo alimento e estiver sobrando em demasia é porque está fornecendo demais. Com o decorrer do tempo ficará hábil em saber a quantidade que satisfaça seu peixe.

Load More

Não é recomendado, com algumas exceções. Apesar de ser uma ótima fonte de proteínas e vitaminas, são deficientes em outras fontes que as rações possuem. Poderá fornecer esporadicamente, exceto para peixes essencialmente carnívoros que exigem alimentos vivos regularmente ou peixes que recusam alimentos secos.

Load More

Não só pode como deve. Quanto maior a diversidade alimentar melhor, sempre respeitando a dieta ideal para cada espécie.

Load More

Sim. Estudos mostram que determinadas vitaminas agem na coloração do peixe.

Load More

Mito. Com exceção de peixes propriamente “gulosos” como os Kinguios e Carpas, entre outros, grande parte dos peixes chegará determinado momento em que recusará os alimentos. Observe que avançam com voracidade nos primeiros alimentos fornecidos, mas depois vão perdendo o ímpeto até recusarem totalmente.

Load More

Peixes recém inseridos no aquário poderão levar certo tempo até se habituarem ao novo ambiente, recusando inicialmente qualquer tipo de alimento. Exemplares selvagens (capturados na natureza) podem apresentar dificuldades para se alimentarem no aquário, principalmente com o fornecimento de alimentos secos. Neste caso, forneça alimentos vivos inicialmente, e vá diminuindo aos poucos aumentando proporcionalmente a quantidade de alimentos secos, até que aceitem. Com treinamento e persistência pode-se reverter a situação.

Load More

A falta de apetite muitas vezes é associada a alguma doença, stress pela má qualidade ou parâmetros incorretos da água e alimentação incorreta. Atente a detalhes no peixe e seus hábitos para ver se nada está errado e reveja os parâmetros da água. Atente ainda se não há algum peixe excessivamente dominante que agride os demais não os deixando se alimentar.

Load More

Evite rações com embalagens transparente ou que não podem ser bem fechada depois de aberto, uma vez que a luz e ar diminuem seu teor nutritivo. Depois de aberto, a ração deverá ser usada no prazo máximo de 90 dias em média. Evite pegar o conteúdo da ração com as mão, use uma pinça ou algo apropriado.

Load More

Sim. Sempre atente a coloração de suas fezes. Normalmente deverá ter cores variadas como vermelho, preto, marrom ou verde, de acordo com o tipo de ração fornecida. Fezes transparentes é um indicativo relacionado a doenças.

Load More

Existem três possibilidades. Se você não for ficar muito tempo fora (ex. 3 a 4 dias) não haverá necessidade de se preocupar, os peixes aguentam tranquilamente um jejum de alguns dias. A possibilidade de usar um alimentador automático é viável se possuir peixes de pequeno a médio porte. E por fim, outra possibilidade (e mais perigosa de ocorrer um desastre) é recomendar para alguém alimentá-los ao menos uma vez por dia ou a cada dois dias. Neste último caso separe a quantidade exata a ser fornecida em saquinhos ou recipientes e instrua a pessoa para fornecer somente a quantidade separada.

Load More

Sobre Edson Rechi 803 Artigos
Aquarista em duas fases distintas, a primeira quando criança e tentava manter peixes ornamentais sem muito sucesso. Após um longo período sem aquários, voltou no aquarismo em 2004, desde então já manteve diversos tipos de aquários como plantado, peixes jumbo, ciclídeos africanos, água salobra, amazônico comunitário e marinho. Atualmente curte e mantém peixes primitivos e ciclídeos neotropicais, suas grandes paixões.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*